“Sim, há uma previsão de concurso público nessa área.” – Wylliane Gomes, Secretária de Educação de São José da Coroa Grande

Continuando a série de entrevista que o Blog Ponto de Vista está realizando com várias personalidades do município e que se iniciou com o Secretário d

Política São José – Candidatos a vereador prontos para mudar de lado nos próximos dias
Eleição acende o sinal vermelho do Governo Elianai/João Baleia, em São José da Coroa Grande
Com o apoio de Eriberto Medeiros, prefeito Pel Lages confirma candidatura à reeleição em São José da Coroa Grande

Continuando a série de entrevista que o Blog Ponto de Vista está realizando com várias personalidades do município e que se iniciou com o Secretário de Ação Social, Wagner Germiniano. Trazemos hoje uma entrevista completa com Wylliane Gomes, Secretaria de Educação do município.

1378633_1578344472385162_8889007276255965629_n

 

Blog Ponto de Vista – Você está à frente da secretaria que dispõe de maior orçamento e que tem uma importância muito grande na formação do futuro do município. Como você encara este desafio?

Wylliane Gomes – Com muita responsabilidade e compromisso de estar à frente de uma equipe, formadora de opinião e a mais importante classe profissional que tive o prazer de trabalhar, nesses meses a que me foi creditado. E é com humildade que agradeço por participar desta gestão e agradeço ao povo coroense por este desafio.

 

Blog Ponto de Vista – De que forma a você analisa o contexto atual da Educação em São José da Coroa Grande, principalmente no que se refere a aprendizagem?

Wylliane Gomes – São José tem muito potencial para sermos referência em educação. A vontade dos profissionais e da sociedade em geral por uma educação digna é uma cobrança que vemos no dia a dia escolar. Hoje nos encontramos em ascensão no que diz respeito à educação, são muitas ações voltadas a aprendizagem, mecanismos de controle e intervenções para que o alfabetizar seja o carro chefe da administração. Creio, que com o trabalho executado até hoje e o plano de ação para os próximos anos, continuaremos a mudança e melhoria nessa pasta.

 Blog Ponto de Vista –  Segundo dados preliminares do INEP, o município de São José da Coroa Grande tem 525 crianças matriculadas nas creches municipais e pré-escola. Essa é uma das fases mais importantes para o aprendizado.  Você acredita que o município está dando conta desta tarefa?

Wylliane Gomes – Dispomos de escolas especializadas nessa fase da educação, inclusive distribuídas na zona urbana e distritos. Implatamos em 2014 a Coordenação da Educação Infantil, departamento pioneiro em São José, mesmo demandando de números expressivos de matriculas em vários anos. Com a coordenação pudemos sentir de perto as deficiências e implantar o plano de ação voltado a essa fase, abordando a alfabetização na idade certa, a base para os anos iniciais e a sustentabilidade do meio ambiente onde os alunos estão inseridos.

Blog Ponto de Vista –  Há por parte do Governo estadual uma transferência de responsabilidade sobre o ensino fundamental para os municípios. Como a secretaria de Educação municipal tem lhe dado com esta situação? Há estrutura suficiente para arcar com tamanha responsabilidade?

Wylliane Gomes – A municipalização deixou de ser uma ação futura e se tornou realidade na gestão municipal. A preocupação com a acomodação e a estrutura disposta ao corpo discente e docente é atenuante. Levando essa realidade para as ações imediatas, tivemos a abertura de salas de aula no início de 2014. O problema ainda persiste, por isso em 2015 haverá a acomodação de 1 (uma) nova unidade escolar na zona urbana e de 3 (três) unidades na zona rural, atendendo melhor os engenhos e fazendo com que o êxodo ocorra de maneira ordenada e lotando os alunos de forma confortável nas unidades escolares. A preocupação com o melhor ambiente escolar também é um ponto que deve ser salientado na gestão da prefeita Elianai Buarque, onde a climatização das escolas deixou de ser um sonho e passou a ser realidade desde 2013, oferecendo valorização aos alunos e professores.

Blog Ponto de Vista – Está nos planos do município implantar o ensino integral?

Wylliane Gomes – O plano de trabalho da Secretaria de Educação em 2015, ressalta a importância do ensino integral até o segundo semestre. É de intenção da prefeita Elianai Buarque este feito, visando que este feito trará sem sombra de dúvida melhores condições de aprendizagem aos nossos alunos. Embora a vontade da implantação já vem desde 2013, infelizmente tivemos algumas restrições para a fazê-la, oriundas de entraves deixados pela gestão até 2012, impossibilitando a execução do programa Mais Educação até aqui, porém é com trabalho e empenho que a gestão de Elianai Buarque busca essa implantação.

Blog Ponto de Vista – Segundo a Constituição Federal a educação é direito de todos, dever do Estado e da família e deve ser promovida e incentivada com a colaboração da sociedade, visando ao pleno desenvolvimento da pessoa.  No que se refere à família, o que se tem feito para aproximá-la da escola?

Wylliane Gomes – A responsabilidade de uma educação plena para nossas crianças, vem prioritariamente da participação familiar para a formação desses cidadãos. A escola muitas vezes é vista como responsável para a formação destes, porém temos percebido que as ações desempenhadas nas unidades escolares vêm com força para a quebra deste paradigma. A apresentação de palestras educativas, com assuntos de interesse não apenas para o aluno, mas para toda a família, a promoção da família na escola, dia este que serve para mostrar o dia a dia de seus filhos no ambiente escolar, os plantões e reuniões de pais e mestres com propostas atrativas para a frequência de todos, são exemplos de meios que são utilizados para trazer o mais próximo possível a família para a escola, onde sabemos que estas são uma extensão de suas casas.

Blog Ponto de Vista – Há no município atendimento educacional especializado aos portadores de deficiência?

Wylliane Gomes – Sim, existe uma sala de atendimento instalada na Escola Municipal Infantil Gisa, onde 26 alunos são atendidos em contra turno ao horário regular, ou seja, estes alunos não podem ser segregados, trabalhamos com a ideia de inclusão, de todas as formas. Consciente de tantas melhorias que podemos fazer na sala de atendimento especializado e no maior número de alunos que podem ser atendidos, buscamos junto ao governo federal, instrumentos físicos e de capacitação dos profissionais que atuam nessa área. Os profissionais são específicos para estes ambientes e capacitados para o ambiente, pudemos perceber o quanto desde 2013, este espaço mudou, com compras de materias dourados, específico para o atendimento, climatização e ambientação, aquisição de ônibus adaptados, implantação de rampas de acesso nas unidades escolares, foram conquista da gestão da prefeita Elianai Buarque.

10392450_368258203323666_140161517128146819_n

Blog Ponto de Vista – O município tem investido no ensino de línguas estrangeiras?

Wylliane Gomes – É uma meta a ser batida nos próximos anos, temos sim, investido bastante na alfabetização de nossos alunos, uma vez que encontranos uma realidade bem diferente da que era pregada. O IDEB do município ,por exemplo, é o reflexo disso. Muito já foi feito, o investimento nesse quesito é notório a mudança e os avanços, mas muito ainda há de ser feito e já estamos preparados e com diretrizes prontas.

“O importante é sabermos que educação é uma árvore que dá frutos de forma lenta, mas já plantamos e cultivando, a mudança e melhoria será consequência.”  Wylliane Gomes.

Blog Ponto de Vista – A prática de esportes nas escolas tem um papel fundamental no desenvolvimento de capacidade entre crianças, adolescente e jovem, além de contribuir no desempenho escolar.  O que se tem feito para em relação a esta área?

Wylliane Gomes – Quando assumimos a educação de São José, nos deparamos com um número bem inferior à demanda de profissionais de educação física, estrutura das quadras, equipamentos de trabalho. Apesar das dificuldades, conseguimos realizar algumas benfeitorias, como entrega da quadra munipal Livio Tenorio localizada no engenho Tentugal, revitalização da quadra da Academia das Cidades, realizamos o Jogos Escolares Munipais, com o incentivo aos esportes de forma a ajudar os alunos a sair do ócio, se integre nas prática de esportes e nas aulas teóricas que também são de extrema importância para diversas áreas da educação regular.

Blog Ponto de Vista – É comum nos municípios brasileiros ter boa parte do quadro de professores composta por funcionários não efetivos, ou seja, contratados. O último concurso público realizado no município para que abrangeu a área da educação foi no ano de 2009. Há previsão de outro concurso para a área do magistério?

Wylliane Gomes – Sim, há uma previsão de concurso público nessa área. O quadro do magistério de São José é composto com maior número de cargos efetivos, o que nos dá eficiência na gestão de pessoal. Essa é uma das preocupações da prefeita Elianai Buarque, em melhor valorizar o corpo efetivo municipal.

“Sim, há uma previsão de concurso público nessa área.” Wylliane Gomes, Secretária de Educação.

Blog Ponto de Vista – No que se refere a valorização profissional, o que a secretaria tem feito nesta área?

Wylliane Gomes – Existia um luta de 13 anos travada com a classe dos professores e o Poder Executivo Municipal. Neste mês de novembro, a prefeita Elianai Buarque enviou para o Câmara Municipal o Plano de Cargos e Carreira do professores, o que abrange a remuneração desse tão guerreiros e importantes profissionais da sociedade. No ano de 2015, há muito o que fazer, a preocupação com as condições de trabalho, serão levadas em consideração, como melhor distribuição das matriculas, para não haver super lotação de salas.

Blog Ponto de Vista – Há queixas de que servidores públicos da educação estão com férias vencidas. Esta informação procede?

Wylliane Gomes – Os profissionais são assegurados de todos os seus direitos, inclusive as férias, porém existem casos de férias atrasadas, não dispostas pela gestão passada, daí existem poucos casos de acúmulos de férias. Mas como me coloquei, as férias e todos os direitos, são sim assegurados pela administração.

Blog Ponto de Vista – O aumento da violência nas escolas é assunto frequente no noticiário brasileiro, principalmente em relação ao bullying. Em relação a este assunto, o que se tem feito para inibir tais situações?

Wylliane Gomes – A visão pedagógica repassada aos professores, abrage as atitudes que devem ser tomadas perante possíveis casos de bullying. Em maio deste ano, foi implando junto a polícia militar, o Proerd, que é um programa que previne à violência e às drogas, para alunos até 5º ano.

Blog Ponto de Vista – Ainda em relação a violência, as drogas têm atraído muitos jovens e tem sido um dos principais problemas relacionados a evasão escolar. Há por parte da secretaria alguma ação específica no sentido de minimizar este problema?

Wylliane Gomes – Com Proerd a relação entre professores e alunos, hoje se faz mais estreita, aumentando a proximidade que o professor necessita para avaliar e diagnosticar alunos que possam estar sofrendo com o problema das drogas seja no ambiente social ou familiar. Pensamos para 2015, junto com o plano de ação, que será junto com a secretaria de saúde, promovendo palestras contra entorpecentes e prevenção dos possíveis casos.

935129_709250849105945_1933445663_n

Imagens: São José na Mídia e álbum pessoal de Wylliane Gomes

Escrito Por Wellington Ribeiro

Ponto de Vista

COMMENTS