Alepe presta homenagem ao ex-senador Nivaldo Machado com nome de rodovia

Saiba mais informações clicando no link

Eriberto Medeiros deputado Nivaldo Machado

Uma lei de autoria do deputado estadual Eriberto Medeiros (PSB), presta uma homenagem (in memoriam) ao ex-senador Nivaldo Machado. Dessa forma, por meio da lei nº 18.041 de 2022, fica denominada de Rodovia Senador Nivaldo Machado a Rodovia PE-014, no trecho que liga a entrada da BR-101 no Distrito de Cruz de Rebouças, até o acesso à Praia de Mangue Seco – Nova Cruz, em Igarassu.

Nivaldo Rodrigues Machado, natural de Olinda (PE), nasceu no dia 21 de janeiro de 1921, filho de Antônio Rodrigues Machado e de Jesuína Rodrigues Machado. Foi vereador por dois mandatos consecutivos (1947-1951 e 1951-1955) e prefeito de Olinda, eleito ainda em 1955 pelo Partido Democrata Cristão (PDC). Em outubro de 1958 elegeu-se deputado estadual na legenda do Partido Republicano (PR). Assumiu sua cadeira na Assembleia Legislativa de Pernambuco no início do ano seguinte e, em outubro de 1962, foi reeleito pelo Partido Democrata Cristão (PDC), iniciando seu segundo mandato em 1963.

Elegeu-se em novembro de 1966 para mais um mandato de deputado estadual. Em novembro de 1970 reelegeu-se deputado estadual e durante este novo mandato, iniciado em janeiro de 1971, atuou como primeiro-secretário e presidente da Assembleia (1973-1974). Em novembro de 1974 voltou a ser reeleito, assumindo seu quinto mandato consecutivo no início de 1975.

Líder do governo e presidente da Assembleia Legislativa no biênio 1977-1978, assumiu interinamente o governo do estado de Pernambuco durante a gestão de Marco Maciel. Em novembro de 1978 foi eleito para um novo mandato de deputado estadual. Empossado no início de 1979, elegeu-se novamente presidente da Assembleia Legislativa, exercendo a função no biênio 1982-1983. Eleito suplente do senador Marco Maciel em novembro de 1982, na legenda do PDS, assumiu o mandato em 18 de março de 1985 na vaga do titular, que se afastou para ocupar o cargo de ministro da Educação, no governo do presidente José Sarney (1985-1990).

COMMENTS