Álvaro Porto pede escala de horários de expediente e ajuste de transporte aos intervalos

Saiba mais informações clicando no link

Álvaro Porto reforça luta de alunos de Medicina da UPE/Garanhuns
Álvaro Porto pede polo de vacinação para grávidas e puérperas em Garanhuns
Álvaro Porto pede regularização de remédios para transplantados de Garanhuns


O deputado estadual Álvaro Porto (PTB) encaminhou novo apelo ao governo do estado no sentido de minimizar os efeitos da pandemia junto à população de Pernambuco. Desta vez solicita que seja estabelecido um escalonamento de horários para início e fim de atividades em diferentes segmentos da economia com o objetivo de assegurar a queda de aglomeração nos transportes urbanos.

De acordo com o parlamentar, a ideia é que sejam adotados horários distintos para o início e o encerramento de expediente no comércio, indústria, trabalho doméstico, entre outros setores, ajustando a circulação da frota de ônibus aos intervalos programados. Com o escalonamento, sustenta ele, o movimento dos horários de pico no sistema de transporte será reduzido, uma vez que as pessoas poderão sair de casa para o trabalho e vice-versa em momentos distintos do dia.

“Com a pandemia do novo coronavírus a população tem sofrido com as consequências da redução de algumas linhas, ocasionando a superlotação do transporte público, principalmente nos horários de pico, das 6h às 10h, e entre a tarde e a noite, das 16h às 20h. Durante a pandemia, de acordo com pesquisa da Fecomercio (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Pernambuco), a principal dificuldade citada pelos passageiros, no intervalo das 6h às 7h59, é a superlotação dos ônibus. Nos horários após às 8h, a redução das linhas e tempo maior de espera entre as viagens dominam as reclamações. Em relação aos motivos para a utilização do transporte público, a pesquisa constatou que o trabalho é a principal resposta”, afirma Porto.

O apelo foi protocolado junto à Mesa Diretora da Assembleia Legislativa e encaminhado ao governador Paulo Câmara, ao presidente do Consórcio Grande Recife, Erivaldo Coutinho dos Santos, e ao secretário estadual de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Marcelo Bruto.

COMMENTS