Álvaro Porto pede que governo crie meio eletrônico para denúncia anônima

Saiba mais informações clicando no link

Com obras previstas para março, Masterboi de Canhotinho instala expectativa positiva no Agreste Meridional
Frente Parlamentar de Segurança Pública é aprovada, em votação nominal na ALEPE, por unanimidade, após solicitação e pronunciamento do Delegado Lessa
Sandra Paes reúne multidão em comício em Canhotinho

Apelo para que seja disponibilizado um meio eletrônico que permita à população fazer denúncia com anonimato assegurado foi encaminhado nesta terça-feira (08.06) ao governo do estado pelo deputado estadual Álvaro Porto (PTB). A ideia é que, por meio de site e whatsapp, quem desejar, possa fornecer, com segurança e certeza de que terá a identidade preservada, informações capazes de ajudar em investigações de delitos cometidos em Pernambuco. Para reforçar  o pleito, o deputado lembra que os estados do Pará, Bahia e São Paulo já oferecem dispositivos eletrônicos do gênero.
Na justificativa, Porto fez referências ao êxito do Disque-Denúncia, Organização Não Governamental que alia população e órgãos públicos na busca por uma sociedade mais segura. “Criado em Pernambuco desde 2000, o serviço repassa à polícia informações de cidadãos comprometidos com a redução da criminalidade”, diz o texto.
Funcionando 24 horas, a central telefônica, garantido a preservação da identidade dos informantes, criou o maior banco de dados sobre casos de violência do Norte e Nordeste. São mais de 400 mil informações, que auxiliaram e auxiliam na resolução das investigações policiais.
Neste tempo de funcionamento foram mais de 500 mil atendimentos. Entre os casos que mais motivam informações estão tráfico e consumo de drogas, perturbação de sossego e violência doméstica, envolvendo idosos, mulheres e crianças. Ao longo desse período, o Disque-Denúncia contribuiu com 5 mil prisões, apreensão de 2500 armas de fogos, 2,8 toneladas de drogas apreendidas e a localização de 90 pessoas desaparecidas.
A marca de mais de 100 registros diários assegurou ao Disque-Denúncia o status de serviço referência no combate à insegurança pública em Pernambuco. Vale lembrar que além de receber e encaminhar as denúncias da sociedade, o serviço atende reclamações sobre problemas cotidianos das comunidades, a exemplo falhas na oferta de água, luz, ônibus, educação e saúde de qualidade. Também realiza campanhas sobre temas ou casos de interesse público, entre elas o combate à exploração sexual de crianças e adolescentes, tráfico de drogas, violência contra a mulher e pessoas desaparecidas.
Todos esses serviços e iniciativas podem ser também viabilizados por meio do dispositivo eletrônico requerido por Porto.
O apelo foi protocolado na Mesa Diretora da Assembleia Legislativa e foi encaminhado ao governador Paulo Câmara, ao secretário de Defesa Social, Humberto Freire, e ao chefe da Policia Civil de Pernambuco, Nehemias Falcão.

COMMENTS