Câmara do Recife pede ações emergenciais para a cultura

Saiba mais informações clicando no link

Mário Ricardo e Eriberto Rafael devem realizar dobradinha nas eleições de 2022
Radar Político (17/12) – Semana decisiva para formação do novo secretariado estadual
Eriberto Medeiros recebe João Campos


Por meio da Comissão de Acompanhamento do Coronavírus, a Câmara do Recife apresentou à Secretaria Municipal de Cultura recomendações para enfrentar os impactos da pandemia no segmento cultural. Um ofício entregue nessa quinta-feira (1º) ao secretário Ricardo Mello pelo presidente e vice-presidente da Comissão, os vereadores Eriberto Rafael e Marco Aurélio Filho, respectivamente, aborda a necessidade de ações como socorro financeiro emergencial para profissionais de todos os setores da cultura e espaços culturais, articulação para prorrogação da Lei Aldir Blanc e para a desburocratização dos recursos já disponibilizados e não liberados, a atualização da Política Municipal de Cultura e formulação de uma política de sustentabilidade para o setor.

“O setor cultural foi um dos primeiros a parar e será um dos últimos a voltar 100%. Precisamos discutir alternativas de geração de emprego e renda para todos os trabalhadores envolvidos nas produções culturais”, destacou Eriberto Rafael.

O documento é resultado de reunião da Comissão de Acompanhamento do Coronavírus com representantes do setor cultural para ouvir as demandas e sugestões deles em meio à pandemia e à impossibilidade de realizar eventos, que contou com a presença do secretário Ricardo Mello e do presidente da Fundação de Cultura Cidade do Recife, José Manoel Sobrinho.

COMMENTS