Camaragibe pioneira também na vacinação de idosos acima de 85 anos

Saiba mais informações clicando no link

Ao contrário de Jorge Alexandre, a Doutora Nadegi é recebida com carinho e reconhecimento pelos camaragibenses
Doutora Nadegi: “Chegou a hora de Camaragibe ter uma prefeita digna; neste palanque não tem corrupção”
Em Camaragibe, Delegada Gleide Ângelo firma parcerias em nome das mulheres

Foi dada a largada, nesta terça-feira (26), na vacinação contra a COVID-19 em idosos acima de 85 anos na cidade de Camaragibe. As equipes de saúde da prefeitura realizam a imunização com as 1.290 doses da vacina da Oxford/AstraZeneca enviadas ao município. Os critérios de imunização foram definidos pelo governo estadual e seguidos pelo executivo de Camaragibe, que, de pronto, iniciou a vacinação, sendo um dos municípios pioneiros no Estado a imunizar os idosos.

“Mais uma vez nós temos Camaragibe como um dos primeiros municípios a iniciar a vacinação do idoso. É importante que cuidemos deles; estão muito indefesos, isolados em casa. Precisam viver um pouco mais, respirar, rever seus familiares. Isso muda toda a vida do idoso. Basta de sofrimento, foi um ano de muita angustia. A prefeitura está fazendo a sua parte”, comentou a prefeita do município, Doutora Nadegi.

A primeira idosa vacinada foi Maria dos Prazeres Lima, de 88 anos, moradora de Camaragibe há 40 anos. Ela ressaltou a importância de receber a vacina contra a COVID-19. “Esse é um momento importantíssimo para nós. Fico feliz de estar tendo a oportunidade de me vacinar!”, ressaltou.

As equipes da Secretaria de Saúde seguem realizando a vacinação de duas maneiras. Para os idosos em condições de locomoção, é feito o contato para que os mesmos se dirijam à Unidade de Saúde do Bairro Novo com o objetivo de serem vacinados. Já com os acamados, a imunização acontece em suas casas, realizada pelos profissionais da prefeitura.

Coronavac – Até o momento, Camaragibe já vacinou 575 pessoas com as primeiras doses da vacina Coronavac, do Instituto Butantan em parceria com o laboratório Sinovac. Entre os imunizados estão os profissionais de saúde das urgências e emergências da cidade, idosos que vivem nas instituições de longa permanência e funcionários desses locais.

COMMENTS