Candidata à vereadora de Camaragibe, Delegada Euricélia começa campanha nas ruas da cidade

Saiba mais informações clicando no link

Avante mira na Região Metropolitana do Recife
Radar Político (20/07) – O favoritismo de Nadegi Queiroz
Doutora Nadegi: “No meu governo, a mulher sempre terá vez e voz”

A delegada, que tem a Deputada Gleide Ângelo como madrinha política, estava acompanhada por militantes e admiradores de seu trabalho na delegacia de Camaragibe – onde esteve por quase 10 anos.

Conhecida pelo seu trabalho em defesa das mulheres vítimas de violência doméstica e pelo combate aos crimes contra a vida, a Delegada Euricelia se afastou do serviço público para atender à demanda popular. Depois de 11 anos como delegada, a policial decidiu se candidatar pela primeira vez a um cargo público: ela está disputando uma cadeira no legislativo na cidade de Camaragibe e trás consigo o apoio político exclusivo da Deputada estadual Delegada Gleide Ângelo.

A força da deputada estadual mais votada da história se fez presente no primeiro ato de rua da Delegada Euricélia: as duas estiveram lado a lado pelas ruas do centro comercial da cidade de Camaragibe. A caminhada também contou com a presença da atual prefeita e candidata à eleição, Doutora Nadegi.

A Delegada Euricelia esteve oito anos no comando da delegacia da cidade e como gestora na 9a Delegacia Seccional (Camaragibe e São Lourenço da Mata). À frente delegacia, a cidade de Camaragibe conheceu uma redução de 72,9% nos casos de CVPs (Crimes Violentos Patrimoniais), além da diminuição em quase 70% (67,9%) nas ocorrências de homicídios ou CVLIs (Crimes Violentos Letais Intencionais). Os resultados estão até acima da média estadual, que nos últimos meses acumula um aumento de 10,7% nas taxas de homicídios somente esse ano.

Parte destes resultados positivos é fruto do trabalho operacional desenvolvido pela delegada, que sempre fez ações nas ruas da cidade, desarticulando grupos e organizações criminosas atuantes no tráfico de drogas, no comércio ilegal de armas, no planejamento de homicídios e mesmo na coação aos moradores das comunidades periféricas. ”Sempre estive à frente nas minhas operações, porque acredito que meu papel de polícia se faz, principalmente, nas ruas. Por isso, conheço muito a realidade da cidade e me lanço nessa campanha, apoiada pela minha amiga Gleide Ângelo, porque entendo que posso ir além de meu papel enquanto gestora da área segurança de Camaragibe”.

O enfrentamento à violência doméstica é outra bandeira levantada pela candidata. Ainda como delegada da cidade, Delegada Euricélia, em conjunto com o Ministério Público e a Prefeitura, ajudou na criação da Brigada Maria da Penha, unidade da Guarda Municipal que monitora as mulheres que estão sob medidas protetivas. São feitas visitas semanais e rondas próximas às casas destas vítimas, para garantir que as medidas sejam respeitadas, com o afastamento dos agressores. A descentralização da Coordenadoria da Mulher, com atendimento especializado prévio na delegacia da cidade, foi outra importante medida de proteção às mulheres camaragibenses.

A necessidade de políticas que legitimem o espaço público e político das mulheres é outra das inquietações que conduzem a delegada nesta campanha. ”Camaragibe é uma cidade onde mais da metade da população é composta por mulheres, mas esta realidade não se traduz no ambiente político: apenas uma mulher ocupa uma cadeira na Câmara. Precisamos de representatividade política. A Deputada Gleide Ângelo é um grande exemplo da força que nós, mulheres, possuímos. Precisamos nos unir para batalhar por políticas e projetos públicos para as mulheres. Precisamos lutar, porque nossas necessidades reais ainda não são respeitadas, nem atendidas”.

SERTÃO – Natural da cidade de Cajazeiras, no sertão paraibano, Euricélia é a mais velha de quatro filhas mulheres. Formada em pedagogia pela Universidade Federal da Paraíba, veio para Recife aos 23 anos, cursar direito pela Universidade Federal de Pernambuco. Já foi professora da rede municipal do Recife e assessora da promotoria criminal de Palmares, na mata sul do estado. Em 2009, foi aprovada como delegada da Polícia Civil de Pernambuco. Já trabalhou nas delegacias de Tamandaré, no litoral sul, e do Varadouro, em Olinda, mas foi em Camaragibe onde pode melhor desempenhar seu compromisso com a segurança pública.

COMMENTS