Censura no Carnaval de Pesqueira

Saiba mais informações clicando no link

Carnaval fez bombar ocupação hoteleira em Pernambuco
Mendonça foi de bloco de bairro ao Marco Zero nesta segunda-feira de Carnaval
Em Olinda, pagamento do auxílio emergencial do Carnaval beneficia diretamente 174 pessoas


O maior bloco do Carnaval de Pesqueira, Lira da Tarde foi palco de uma grande polêmica esse ano. Nos 3 dias de desfile, uma multidão assistiu atônita o cantor Sérgio Amaral afirmar em alto e bom som, de cima do trio elétrico, que fora “proibido” e “aconselhado” a não cantar a música ORORUBÁ de autoria do compositor pesqueirense Itamar Leite (in memoriam).

Tudo por que a música faz referência ao povo indígena Xukuru do Ororubá e sua luta pela liberdade e pelas terras de seus ancentrais. Sérgio atribuiu a conduta a pessoas ligadas a gestão atual da Prefeita Maria José, que temem a ascensão política do pré-candidato a Prefeito Cacique Marcos.

“Eu canto essa música há quase 30 anos, porque só agora, em ano eleitoral, em que o Cacique Marquinhos é pré-candidato a Prefeito a música foi censurada? Isso é inaceitável!”, Falou o cantor pesqueirense que canta no Bloco há mais de 40 anos, bloco esse fundado por seu pai Chiquinho Amaral há 82 anos.

COMMENTS