Centro de Parto Normal de Paudalho é único no modelo peri-hospitalar habilitado pelo Ministério da Saúde, em PE

Centro de Parto Normal de Paudalho é único no modelo peri-hospitalar habilitado pelo Ministério da Saúde, em PE

Por meio da Portaria Nº 1.968, publicada no Diário Oficial da União, o Ministério da Saúde habilitou o Centro de Parto Normal Gabrielly Ramos, que

Radar Mata Norte – Situação de Paulo Câmara na região exigirá mais articulação política
PSB tem em Botafogo o contraponto aos Gouveias na Mata Norte
Centro de Parto Normal de Paudalho ultrapassa a marca de 100 partos humanizados realizados

Por meio da Portaria Nº 1.968, publicada no Diário Oficial da União, o Ministério da Saúde habilitou o Centro de Parto Normal Gabrielly Ramos, que fica em Paudalho, na Mata Norte de Pernambuco. Com a medida, a unidade passa a receber o incentivo financeiro de R$ 100 mil mensais. Com a conquista, o local passa a ser o único Centro de Parto Normal peri-hospitalar (localizado nas dependências externas do estabelecimento hospitalar) a ser habilitado pelo Governo Federal no estado de Pernambuco.

Em agosto deste ano a unidade completou um ano de funcionamento e já se torna referência para todo o estado. “O custeio vai melhorar ainda mais o nosso serviço da Saúde, estamos devolvendo ao nosso município a referência em Saúde na Mata Norte. Com essa conquista, logo, logo estaremos atendendo mulheres de toda a região. Isso significa que o Ministério da Saúde tem um outro olhar para o nosso Centro.”, disse o secretário da Saúde, Orlando Jorge.

O prefeito, Marcelo Gouveia, comentou sobre a importância da habilitação.”Isso que vivemos é um resultado de muita luta e muito empenho. Nós somos o único Centro de Parto Normal peri-hospitalar habilitado em todo Pernambuco, ou seja, somos referência para o Ministério da Saúde. O mais importante de tudo isso é que as mães, as mulheres estão usufruindo e tendo suas histórias transformadas”, comentou.

Estrutura

Cada quarto conta com equipamentos de última geração, wifi e Smarts TVs com serviços de streaming. Na unidade de saúde, as gestantes vão ter um atendimento humanizado com equipes de médicos, enfermeiras que receberão capacitação com cerca de oito enfermeiras obstetras. “Na hora de parir a gestante dará a “luz”“ a criança em uma banheira especializada para o processo. O objetivo é respeitar a vontade da mãe. O Centro possui uma aérea de aproximadamente 502 metros quadrados em um investimento total de quase R$ 1 Milhão.

COMMENTS