Coluna Política em Dia (08/06) – Governador deve insistir na articulação política como está

Coluna Política em Dia (08/06) – Governador deve insistir na articulação política como está

Saiba mais informações sobre os bastidores da política pernambucana clicando no link

Radar Político (14/05) – Humberto Costa, o inimigo do PT pernambucano
Belo Jardim – Cecílio Galvão anuncia oposição ao prefeito Helio dos Terrenos
Júlio Cavalcanti deixa PTB, mas não a política

Desde janeiro, com a troca de secretários realizada pelo governador reeleito, há queixas de prefeitos, deputados e lideranças a respeito da condução com que a articulação política estadual passou a ser tratada. Estas queixas são das mais variadas possíveis, desde a retenção das emendas impositivas até de parlamentares levando chá de cadeira de horas para falar com um secretário.

Na verdade, há muita gente inconformada com os palacianos desde o primeiro governo Paulo, mas a indisposição e o rompimento com o governo estadual é algo evitado por quase todos até as últimas consequências. Segundo um deputado estadual em reserva, a briga com o governador ou seus auxiliares costuma ser muito desproporcional e sempre pender para o lado de quem contesta. Ao demandar atendimento e não ser correspondido diversas vezes é melhor desistir que guardar rancor.

Para desafiar o poderio palaciano seria preciso muita firmeza com suas bases ou realizar a proeza de uma candidatura arrasta quarteirão, caso o político em questão partisse para o confrontamento direto. O Palácio brinca como uma criança dona da bola, que pode realizar seus caprichos pelo simples fato de ter o que nem todos têm e recolher o brinquedo caso os outros não se submetam à vontade dela. Em conversa com interlocutores do governo, há a informação de que os governistas devem insistir na articulação política como ela está hoje “sem tirar nem por”, porque, com todo o desentendimento, ainda há maioria consolidada. Apesar do esperneio de legendas anexas como o PSD, o SD e alguns parlamentares que denunciavam a falta de diálogo, o estado é um guarda-chuva grande demais, tanto para abrigar aliados de ficar na água quanto para verter recursos aonde seja de interesse.

Quanto tempo dura uma aliança entre um prefeito e um aliado que não consegue disponibilizar um centavo para o município? Cada deputado tem, por direito, a possibilidade de realizar emendas ao orçamento estadual visando desafogar os orçamentos das cidades, muitos deles já comprometidos com as despesas obrigatórias e sem limite para realizar investimentos. Entretanto, o que fica nos bastidores é a possibilidade dos deputados desbloquearem recursos de definição do próprio governo, mas que estejam parados. Esta é a verdadeira vantagem de manter boa relação com deputados na Alepe, embora não seja algo definido em lei, varia conforme a capacidade articulativa do parlamentar. Uns são verdadeiros caçadores de recursos; outros, não desbloqueiam um centavo sequer.

A criança birrenta submete as demais aos seus caprichos até que surge outra com a mesma capacidade de oferecer algo às que não têm, mas, desta vez, sem truculência. Tem gente apostando que o Palácio só vai aprender quando a outra criança chegar e levar tudo o que ele tem atualmente. A criança em questão demora a chegar ou já está debaixo do nariz do Palácio?

Descontração – Em passagem por Pernambuco, a líder do governo na Câmara Federal, deputada Joice Hasselmann (PSL) foi recebida pelos deputados Eriberto Medeiros (PP), Marco Aurélio (PRTB), Silvio Costa Filho (PRB), Romero Filho (PTB) e Pastor Cleiton Collins (PP). Bem humorada, a deputada chegou a dançar forró com Silvinho e fez questão de divulgar o vídeo em suas redes sociais.

Cenário aberto – Com o recente distanciamento entre Diogo Prado (PSC) e Joaquim Lapa (PTB) em Carpina, tem gente dizendo que o prefeito Botafogo (PDT) não deveria ficar tão tranquilo. Os índices elevados de rejeição ao mandato dele fariam muito mais menção a um cenário eleitoral aberto que ao favoritismo dele, mesmo estando à frente da máquina municipal. Outros apostam que o movimento foi apenas uma manobra e, no futuro, Diogo e Lapa devam se unir novamente com mais forças que antes.

Baixa – Desde que perdeu pela segunda vez a disputa pelo Palácio do Campo das Princesas, o PTB vem sofrendo baixas sucessivas. Diversas lideranças já sinalizaram para uma troca de partido e a mais nova delas foi o ex-prefeito de Belo Jardim, Cintra Galvão. Ele e o filho, Cecílio, anunciaram a migração em encontro com o Secretário de Tecnologia, Aluisio Lessa (PSB), no Recife.

Equipe – Quem visita o gabinete do deputado estadual Delegado Lessa (PP) sai de lá admirado. A equipe dele, formada por pessoas de alta competência técnica – a maioria com pós-graduação –, não só orienta o parlamentar como tem total liberdade para fazer críticas construtivas. O deputado tem sido bastante elogiado pela qualidade dos projetos que elabora sob a orientação da equipe que já tem sido notada por muitos políticos de alta plumagem.

Cara nova – O PSC de São Lourenço da Mata deve ser repaginado sob a presidência do radialista e ex-secretário de comunicação Bruno Galvão . Ele vem com a missão de organizar o partido com vistas à eleição municipal de 2020 e auxiliar o vice-prefeito Dr Gabriel Neto, que deve ser candidato majoritário.

Grupo 1 – O Ex-prefeito do Jaboatão dos Guararapes, Elias Gomes (PSDB), esteve reunido com o deputado estadual Joel da Harpa, o vereador Daniel Alves (PCdoB) e o engenheiro Roberto Santos para debater as eleições do próximo ano. Na ocasião, o grupo fez uma análise da conjuntura política do município e a perspectiva para o próximo pleito. Há o sentimento de que um cenário com pulverização de candidaturas majoritárias seria benéfico para o prefeito Anderson Ferreira (PR), a quem fazem oposição. Seria o início de uma aliança ou somente fogo de palha, que não dura muito e se extingue?

Grupo 2 – Chamou atenção a aproximação entre a ex-candidata a deputada estadual, Izabel Urquiza (PSC), com o prefeito de Olinda, Lupércio (SD). O movimento, que conta com a abertura de espaço para a Izabel e equipe, faz parte de uma série de medidas visando limpar o cenário e favorecer a reeleição do gestor. Lupércio só precisa se preocupar em somar votos e subtrair a rejeição. Se o pacto fizer a equação reverter as operações, o prefeito pode ter incorrido em um grave erro.

Mais denúncias – Esta semana, o deputado federal Luciano Bivar (PSL) foi novamente denunciado. Desta vez, o motivo seria a compra de notas frias para desvio de recursos da Câmara Federal. Em um passado recente, o mesmo deputado começou a ser investigado no caso das candidatas laranjas do partido em que ele exerce a presidência nacional.

Decisão – Na próxima quarta-feira, dia 12 de junho, a Universidade Federal de Pernambuco deverá conhecer o seu futuro reitor. Concorrem à sucessão de Anísio Brasileiro os professores Alfredo Gomes e Jeronymo Libonati. Alfredo desponta com favoritismo por ter vencido em todos os setores no primeiro turno e pelo fato de o atual reitor, muito rejeitado na comunidade acadêmica, já ter se pronunciado a favor do outro candidato.

Competência – Uma grata surpresa para o PCdoB foi o desempenho do atual presidente do diretório de Camaragibe, Anderson Rangel. Jovem, mas comprometido com o desenvolvimento da legenda, Rangel tem surpreendido pela desenvoltura ao organizar tudo para a chapa proporcional e majoritária de 2020. Até o diretório estadual ficou surpreso e já deu sinais de que não solta o menino de jeito nenhum.

Escrito por Marcelo Velez

COMMENTS