Coluna Radar Político (02/07) – PSB liga o sinal de alerta com mais uma derrota

Coluna Radar Político (02/07) – PSB liga o sinal de alerta com mais uma derrota

A vitória de Hélio dos Terrenos (PTB) na eleição suplementar ocorrida ontem, em Belo Jardim, representa para o Palácio do Campo das Princesas uma

Água Preta – Prefeito Eduardo Coutinho apresenta deputado estadual do seu grupo
Justiça suspende festividades juninas em Água Preta
Em encontro com governador, prefeito Noé Magalhães trata sobre obras de infraestrutura para Água Preta

A vitória de Hélio dos Terrenos (PTB) na eleição suplementar ocorrida ontem, em Belo Jardim, representa para o Palácio do Campo das Princesas uma derrota de valor simbólico e eleitoral significativo. Tudo porque esta já é a segunda somente neste ano em eleições suplementares e justamente para aliados do senador Armando Monteiro. A primeira foi em Ipojuca onde a petebista Célia Sales venceu Carlos Santana, candidato apoiado por Paulo Câmara.

Hélio foi eleito com 18.984 votos, o que representa 46,05% dos votos, enquanto que Luiz Carlos (PSB), candidato do Palácio, obteve 13.800 votos (33,47%), já Gilvandro Estrela (PV), apoiado pelo ministro Mendonça Filho (DEM), alcançou apenas 8.442 votos (20,48%).

O sucesso do PTB na “Terra dos Músicos e do Bitury” amplia a influência de Armando na região, político que na eleição do ano passado já havia comemorado a vitória de aliados importantes no Agreste, a exemplo de Izaias Régis (Garanhuns) e Raquel Lyra (Caruaru).

As derrotas em Ipojuca e Belo Jardim  para candidatos petebistas provam que 2018 começou antes do previsto e isso liga o sinal de alerta do PSB.

Qual é a música? – Derrotado em seu reduto eleitoral três vezes consecutivas, em 2012 com sua irmã Andrea Mendonça, em 2016 com Dr. Maneco e ontem com Gilvandro Estrela, o ministro Mendonça Filho já pode escolher a música.

O certo pelo duvidoso – Mesmo tendo o seu espaço garantido para disputar o Senado Federal pela Frente Popular, o deputado federal Jarbas Vasconcelos (PMDB, imagem) deve esta avaliando com atenção o risco de trocar uma reeleição certa para a Câmara Federal por uma disputa majoritária ao lado do governador Paulo Câmara, pois corre sério risco de não se eleger.

Reconsiderando – A possibilidade da construção de uma coalizão formada pelos senadores Armando Monteiro (PTB) e Fernando Bezerra (ainda no PSB), além dos ministros Bruno Araújo (PSDB) e Mendonça Filho (DEM) em contraponto à Frente Popular, deverá fazer com que Jarbas e outros políticos reavaliem os seus planos em relação a 2018.

Em risco – Não deverá ser fácil a reeleição da deputada estadual Roberta Arraes (PSB). Pesa contra ela não só fato do seu esposo ter perdido a prefeitura de Araripina para Raimundo Pimentel, mas também a necessidade de votos que terá que obter para conseguir ser eleita em uma coligação do PSB, visto que em 2014 ficou na suplência com 38 mil votos e agora já não dispõe da mesma estrutura da época.

No muro – Embora filiado ao PT, um dos partidos que compõe a bancada de oposição a Paulo Câmara, o deputado estadual Paulinho Tomé (PT) não apresentou um só posicionamento crítico ao Governo do Estado desde que chegou há seis meses na ALEPE.

De malas prontas? – Há quem afirme que Paulinho deva se filiar no próximo ano a um partido da base governista. Caso esta informação se confirme, o jovem parlamentar estaria cavando a própria sepultura política, pois deixaria de disputar sua reeleição com competitividade pela oposição para servir apenas de calda na Frente Popular.

Perdendo o sono – Os prefeitos Joaquim Neto (Gravatá) e Júnior Matuto (Paulista) correm sério risco de não completarem o mandato por conta de problemas na Justiça Eleitoral. O primeiro já está com o processo esperando julgamento no TSE, enquanto que o segundo recebeu recentemente uma decisão em seu desfavor do juiz da 14º zona eleitoral, que alega ter evidências de crimes como fraude, corrupção e abuso do poder econômico cometido pela sua chapa durante a eleição municipal de 2016.

Voltando atrás – Após demitir o médico Dr. Camilo Lobo (imagem) no mês de maio, o prefeito Pel Lages (PEN) voltou atrás e se comprometeu em trazer de volta o profissional. Bastante querido no município, Dr. Camilo já estava tendo o seu nome lançado para a política local, inclusive vários deputados já estavam de olho nele em busca de apoio para a eleição do próximo ano. A previsão é que o médico volte a trabalhar no hospital municipal já no mês de agosto.

Herança maldita ainda rende – O prefeito Elimário Farias (Barreiros) tem enfrentado um desafio fora do comum para administrar o município. Nos primeiros seis meses deste ano já foram retidos mais de R$ 6,1 milhões no FPM do município para o pagamento dívidas.

Substituto – Cresce os rumores de que o prefeito de Xexéu, Eudo Magalhães (PSB), deverá substituir o deputado João Fernando por Sebastião Oliveira (PR) para federal. A medida seria uma retaliação a atitude do prefeito de Água Preta, Eduardo Coutinho (PSB), ter trocado o deputado Clodoaldo Magalhães por Aluísio Lessa. Clodoaldo Magalhães é filho de Eudo, enquanto que João Fernando é filho de Eduardo Coutinho. Nas eleições de 2014 ambos realizaram uma dobradinha em Xexéu e Água Preta.

Compensação – Ainda que perca o apoio em Xexéu, João Fernando não deverá ter dificuldades em se reeleger já que ampliou bastante a sua base. Uma delas é Arcoverde, onde contará com o apoio da prefeita Madalena Brito (PSB) e deverá alcançar uma votação expressiva no município sertanejo.

Fenômeno das redes – Conhecida como pesadelo do PSB pernambucano por ter coragem de trazer a tona denúncias que envolvem figurões da sigla, a destemida blogueira Noelia Brito anunciou que não pretende concorrer a nenhum cargo eletivo em 2018. A sua decisão não a impedirá que participe ativamente da política no próximo ano, pois é uma grande formadora de opinião e sabe dominar como ninguém as ferramentas disponíveis das redes sociais, onde possui um número significativo de seguidores.

*Quer participar da coluna diária do Blog Ponto de Vista? Envie notícias da sua região para o nosso contato de whatshapp: (81) 99521-6544 (TIM) ou ligue para 98544-4677 (OI). Se preferir, envie o assunto para o E-mail: [email protected]

Escrito por Wellington Ribeiro

COMMENTS