Com contas rejeitadas pelos vereadores, ex-prefeito Lucrécio Gomes pode ficar inelegível até 2029

Saiba mais informações clicando no link

Após muita luta, Joaquim Lira comemora abertura de licitação da reforma da PE-45, que liga Vitória à Escada
Escada comemora 148 anos de emancipação política com programação virtual
Escada – Mary Gouveia não poupa críticas à gestão de Lucrécio Gomes


O ex-prefeito do município de Escada, Lucrécio Gomes (PSB), teve as suas contas referentes ao exercício financeiro 2015 rejeitadas pela Câmara Municipal terça-feira (15/06). O placar desfavorável a Lupércio foi de nove votos a favor da rejeição das contas e três votos contrários. A maioria dos vereadores optaram por seguir o O parecer do Tribunal de Contas de Pernambuco) que orientou pela rejeição das contas do ex-gestor.

Os vereadores que votaram a favor da rejeição foram Eduardo do Arretado (PL), Josias (PTC), Massé de Frexeiras (MDB), Irmão Luciano (PMN), Gil Sat (PSC), Bete da Alvorada (PSC), Edite do Postinho (PL), Paulinho (PSDB), e Tia Jane (PMN). Por sua vez, votaram contra a rejeição os vereadores Pedro Jorge (MDB), Karoly Feledi (PSB) e Cátia da Farmácia (PSC). Já o vereador Elias Ribeiro (PSB) não compareceu a sessão.

Com a rejeição das contas pelo Poder Legislativo Municipal, o ex-prefeito Lucrécio passa a ser alcançado pela Lei da Ficha Limpa, ficando inelegível pelo período de 8 anos.

COMMENTS