Confirmado!!! GRE-LITORAL SUL FECHARÁ AS PORTAS E SERÁ AGREGADA A GRE-MATA SUL

No início da tarde de hoje (09), recebi a indigesta notícia de que o Governo do Estado irá extinguir os trabalhos da Gerência Regional Litoral Sul

Deputados federais se reúnem com reitores de universidades e institutos federais
Bolsonaro anuncia novo Ministro da Educação
Clarissa Tércio apresenta projeto que pretende prevenir e combater a depressão, automutilação e suicídio nas escolas de Pernambuco

TIMBRADO

No início da tarde de hoje (09), recebi a indigesta notícia de que o Governo do Estado irá extinguir os trabalhos da Gerência Regional Litoral Sul anexando-a a GRE MATA SUL.

Composta por mais de 80 funcionários, entre servidores, estagiários e contratados, a GRE LITORAL SUL atende os municípios de Barreiros, São José da Coroa Grande, Rio Formoso, Sirinhaém, Tamandaré e Gameleira, totalizando 19 escolas.

Considerada a menor Gerência Regional de Educação de Pernambuco, a GRE LITORAL SUL vez por outra tem ameaçada a sua existência, mas só que desta vez a ameaça parece que será concretizada.  Por meio de um comunicado enviado esta semana pelo Secretário de Educação do Estado, Frederico Amâncio, o Governo do Estado propõe a extinção das atividades do Órgão no município até o final de agosto e sua incorporação à GRE MATA SUL, localizada no município de Palmares, distante 56 km de Barreiros.

Em contato telefônico com o Gestor Jorge Beltrão, o Blog Ponto de Vista pôde obter algumas informações importantes acerca do assunto. “Recebi um comunicado esta semana através do secretário de educação de que o Governo Estadual tem traçado uma nova política na área de educação e entende que a incorporação da GRE LITORAL SUL a Palmares é importante neste momento e nós iremos seguir o que foi determinado pelo Governo”, disse o Gestor.

JorgedeLimaBeltrao_Barreiros

Jorge de Lima Beltrão – Gestor da GRE-LITORAL SUL

Ainda segundo Beltrão, a Secretaria de Educação dará o apoio necessário na relocação dos servidores quanto a sua lotação para que fiquem próximos aos municípios que residem, evitando assim transtornos. “Sinto por todos os funcionários. Quanto a lotação dos servidores, o Governo tratará esta situação de forma humana e consciente, realocando-os para que fiquem trabalhando o mais próximo possível dos locais onde residem.  Em alguns casos, haverá também o convite para que alguns servidores componham a equipe da Regional de Palmares”.

Já não bastasse o abandono do Litoral Sul de Pernambuco em relação ao combate a violência, o Governo Estadual vai mais uma vez de encontro aos interesses da população local e mexe em um importante Órgão que se tornou símbolo na promoção da educação na região, criando assim ainda mais dificuldades para esta importante área que é a porta de entrada para a cidadania e inserção social.

O que nos basta agora é torcer para que neste momento a pressão, o prestígio político e a mobilização da sociedade impeçam que isso ocorra.

Escrito por Wellington Ribeiro

COMMENTS