Confirmado!!! GRE-LITORAL SUL FECHARÁ AS PORTAS E SERÁ AGREGADA A GRE-MATA SUL

No início da tarde de hoje (09), recebi a indigesta notícia de que o Governo do Estado irá extinguir os trabalhos da Gerência Regional Litoral Sul

Professor Paulo Dutra participa de recepção ao reitor eleito da UFPE no Palácio do Campo das Princesas
Água Preta – Prefeito Eduardo Coutinho rebate críticas e detona vereador Serginho Wanderley
Sem data de retorno das aulas presenciais, Governo anuncia protocolo para o setor

TIMBRADO

No início da tarde de hoje (09), recebi a indigesta notícia de que o Governo do Estado irá extinguir os trabalhos da Gerência Regional Litoral Sul anexando-a a GRE MATA SUL.

Composta por mais de 80 funcionários, entre servidores, estagiários e contratados, a GRE LITORAL SUL atende os municípios de Barreiros, São José da Coroa Grande, Rio Formoso, Sirinhaém, Tamandaré e Gameleira, totalizando 19 escolas.

Considerada a menor Gerência Regional de Educação de Pernambuco, a GRE LITORAL SUL vez por outra tem ameaçada a sua existência, mas só que desta vez a ameaça parece que será concretizada.  Por meio de um comunicado enviado esta semana pelo Secretário de Educação do Estado, Frederico Amâncio, o Governo do Estado propõe a extinção das atividades do Órgão no município até o final de agosto e sua incorporação à GRE MATA SUL, localizada no município de Palmares, distante 56 km de Barreiros.

Em contato telefônico com o Gestor Jorge Beltrão, o Blog Ponto de Vista pôde obter algumas informações importantes acerca do assunto. “Recebi um comunicado esta semana através do secretário de educação de que o Governo Estadual tem traçado uma nova política na área de educação e entende que a incorporação da GRE LITORAL SUL a Palmares é importante neste momento e nós iremos seguir o que foi determinado pelo Governo”, disse o Gestor.

JorgedeLimaBeltrao_Barreiros

Jorge de Lima Beltrão – Gestor da GRE-LITORAL SUL

Ainda segundo Beltrão, a Secretaria de Educação dará o apoio necessário na relocação dos servidores quanto a sua lotação para que fiquem próximos aos municípios que residem, evitando assim transtornos. “Sinto por todos os funcionários. Quanto a lotação dos servidores, o Governo tratará esta situação de forma humana e consciente, realocando-os para que fiquem trabalhando o mais próximo possível dos locais onde residem.  Em alguns casos, haverá também o convite para que alguns servidores componham a equipe da Regional de Palmares”.

Já não bastasse o abandono do Litoral Sul de Pernambuco em relação ao combate a violência, o Governo Estadual vai mais uma vez de encontro aos interesses da população local e mexe em um importante Órgão que se tornou símbolo na promoção da educação na região, criando assim ainda mais dificuldades para esta importante área que é a porta de entrada para a cidadania e inserção social.

O que nos basta agora é torcer para que neste momento a pressão, o prestígio político e a mobilização da sociedade impeçam que isso ocorra.

Escrito por Wellington Ribeiro

COMMENTS