Convenção partidária confirma candidatura de Marcelo Gouveia e André Viana à reeleição em Paudalho

Saiba mais informações clicando no link

Convenção do PSB, no Cabo, irá oficializar nome do prefeito Lula Cabral à reeleição
Simone Santana defende Ridete prefeita de Jaqueira e Uilas Leal reeleito em Alagoinha
PSB de Pernambuco determina o adiamento da convenção municipal de Abreu e Lima


Em convenção partidária semipresencial realizada neste domingo (6), o prefeito de Paudalho, Marcelo Gouveia (PSD), lançou sua candidatura à reeleição, ao lado do atual vice-prefeito da cidade, André Viana (DEM). “Chapa mantida! não tenho porque mudar, foi a receita que deu certo. André é um grande parceiro, um grande amigo, uma pessoa de minha inteira confiança. Vamos mais uma vez para a batalha. Que seja feita a vontade do povo e que Deus abençoe a todos!”, comentou o atual gestor. 

Nas eleições municipais deste ano, Marcelo Gouveia terá apoio de 11 siglas na coligação “União Por Paudalho”, que estiveram representadas na convenção. Dessas, cinco lançaram no momento candidaturas para vereadores na cidade. São elas:

PSD: 20 candidatos

PODEMOS: 20 Candidatos

REPUBLICANOS: 20 candidatos

SOLIDARIEDADE: 19 Candidatos

DEMOCRATAS : 20 Candidatos

Entre os 11 partidos, o atual gestor executivo ainda tem apoio do PSDB, PTB, PSC, PL, PSL, PATRIOTA. “Hoje temos o maior grupo da história de Paudalho, com vários candidatos a vereadores. Acreditamos que teremos uma votação histórica. A gente tem o apoio do povo, o apoio dos políticos, aprovação popular, agora só basta a gente concluir esse processo eleitoral e se Deus quiser nós teremos mais uma vitória. Porque é uma quebra de paradigmas! Acreditamos que eleição não se faz com dinheiro, mas com trabalho árduo ao longo de uma gestão e foi o que fizemos”, destacou Marcelo Gouveia. 

Sobre a reeleição, o atual prefeito foi enfático: “Eu quero dar continuidade ao programa Ruas do Povo. Nós vamos calçar até o final do ano 120 ruas, estamos chegando as mais de 90 pavimentadas. Infelizmente passaram-se muitos anos sem Paudalho ter atenção em relação a isso e nós tínhamos cerca de 300 ruas precisando de calçamento, muito saneamento básico, muitas obras de infraestrutura e eu quero dar continuidade a esses investimentos nas ações e nos programa exitosos que tivemos e olhar para áreas que eu ainda não consegui. Não da forma que eu gostaria, porque a gente tinha que priorizar algo, eu priorizei: saúde, educação, infraestrutura e assistência social. Desde 2015 o Brasil passa por uma crise e agora veio a pandemia, todo esse cenário não foi favorável, o que dificultou na geração de emprego. Essa será um desafio de qualquer prefeito após a pandemia e também será um nosso. Temos feito muito, graças a Deus , mas queremos fazer mais e temos condições para isso”, disse.

O momento  da convenção foi realizado de forma semipresencial com apoio de videoconferência on-line e respeitando todas as medidas pertinentes à situação atual da pandemia do Coronavírus. 

O que é uma convenção partidária? 

São reuniões de filiados a um partido político para julgamento de assuntos de interesse do grupo ou para escolha de candidatos e formação de coligações. Segundo o art. 87 do Código Eleitoral, só podem concorrer às eleições os candidatos que estiverem filiados a um partido político.

Com a promulgação da Emenda Constitucional (EC) nº 107/2020, que adiou as Eleições Municipais 2020, todos os prazos eleitorais previstos para o mês de julho foram prorrogados por 42 dias, proporcionalmente ao adiamento da votação. Assim, as convenções partidárias para a escolha de candidatos, que aconteceriam de 20 de julho a 5 de agosto, estão sendo realizadas até 16 de setembro.

COMMENTS