Delegada e advogados querem apuração sobre possível abuso de autoridade da vereadora Liana Cirne

Saiba mais informações clicando no link

Rádio Maranata fará série de entrevistas com candidatos a prefeito do Recife
IBOPE – João Campos lidera com 23%. Mendonça tem 19% e Marília Arraes 14%
Podemos dá xeque-mate nos Ferreiras

A Delegada Patrícia Domingos, juntamente com o Presidente da ONG Fiscaliza Brasil, Thiago Lira, e o advogado Joaquim Zhitomir solicitaram apuração da conduta da vereadora do PT, Liana Cirne, ao Ministério Público de Pernambuco e à Câmara de Vereadores.

Nesta quarta (02/06) o grupo enviou ofício ao Ministério Público, solicitando que sejam apurados os possíveis crimes de abuso de autoridade e desobediência, praticados pela vereadora, que tentou impedir a atuação da polícia militar nos protestos, do dia 29/05/21, e também desobedeceu aos decretos estaduais que impedem aglomerações no estado.

“A justiça vale para todos e a vereadora não está acima da lei. Os policiais que se excederam devem ser responsabilizados, assim como a vereadora que abusou de sua autoridade, ainda se orgulhando da carteirada em suas redes sociais, em uma tentativa grosseira de desmoralizar às instituições”, destacou a delegada Patrícia Domingos.

Também foi encaminhado ofício à Câmara de Vereadores solicitando a apuração de possível quebra de decoro parlamentar pela vereadora Liana.

“É uma vergonha uma parlamentar, que deveria dar o exemplo, participar de aglomeração, colocando em risco a vida e a saúde das pessoas. Existem várias outras formas de protestar, o momento pede cuidados, respeito com nossa vida e a dos outros“, finalizou Thiago Lira.

COMMENTS