Deputada Alessandra Vieira faz balanço de suas leis focadas na saúde

Saiba mais informações clicando no link

PSDB discute ações para as convenções municipais em outubro
Alessandra Vieira propõe criação de fundo emergencial para amenizar consequências do óleo
Durante reunião com Alessandra Vieira, Presidente da Compesa diz que obras que vão resolver crise da água em Santa Cruz devem ser concluídas no segundo semestre de 2020


Há um ano, com o contágio acelerado do coronavírus, condomínios residenciais, estabelecimentos comerciais, de serviços e públicos passaram a adotar protocolos de convivência e higienização para evitar o contágio da Covid-19. Em Pernambuco, é obrigatória a disponibilização de álcool gel sanitizante, em local visível e de fácil acesso nas áreas sociais como elevadores e portas de área comum. A determinação é apoiada na Lei Estadual nº 16.919 da deputada Alessandra Vieira (PSDB), que neste dia 07 de abril, Dia Mundial da Saúde, destaca alguns projetos voltados à saúde pública de sua autoria.

“O trabalho do meu mandato é inteiramente focado na melhoria de serviços, como a garantia de acesso à saúde básica, a inclusão de pessoas com deficiência e o olhar para mulheres e crianças em situação difícil”, defende a parlamentar tucana.

Na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), tramitam os projetos de lei que propõem celeridade na vacinação contra a Covid-19 para as pessoas com deficiência maiores de 18 anos, inclui doentes renais crônicos na Política Estadual da Pessoa com Deficiência e determina que veículos de todos os órgãos estaduais, com exceção de carros essenciais como ambulância e polícias, ajudem na logística da vacinação de pessoas que têm dificuldade de locomoção ou mobilidade reduzida.

Alessandra também indica, no PL Nº 1390, a Política de Atenção à Oncologia Pediátrica de Pernambuco, com o intuito de buscar o aumento dos índices de cura e a melhoria da qualidade de vida desses pacientes com câncer.

LEIS APROVADAS- Já estão em vigor as matérias que estabelecem material informativo no site da Secretaria de Saúde do Estado de Pernambuco sobre o Alzheimer,  desobriga que crianças com autismo e deficiência usem máscara em razão das restrições sensoriais deste público, entre outras.

No site alepe.pe.gov.br é possível acessar os detalhes dos textos propostos por Alessandra.

COMMENTS