Deputada Roberta Arraes fala sobre a campanha Setembro Amarelo

Deputada Roberta Arraes fala sobre a campanha Setembro Amarelo

A deputada Roberta Arraes usou a tribuna da Assembleia Legislativa de Pernambuco, na tarde de hoje (02), para falar sobre o Setembro Amarelo, camp

CORONAVÍRUS – ALEPE restringe acesso do público às suas dependências
Uchoa defende a criação de um banco de empregos para minimizar impactos negativos da pandemia na renda de famílias pobres
Lei que destina parte da madeira apreendida em PE para construção de habitações populares ganha medidas adicionais

A deputada Roberta Arraes usou a tribuna da Assembleia Legislativa de Pernambuco, na tarde de hoje (02), para falar sobre o Setembro Amarelo, campanha nacional de conscientização sobre a prevenção ao suícidio. A ação objetiva quebrar tabus, eliminar o preconceito e prevenir mortes, fazendo a seguinte ênfase: “Tudo o que envolve suícidio deve ser considerado uma emergência médica.”

Em seu discurso, a parlamentar informou que no mundo, ocorre uma tentativa de suícidio a cada três segundos, já no Brasil, a cada 45 minutos.

“Dados alarmantes que precisamos ter um olhar de atenção voltado para que possamos mudar isso”, afirmou Roberta.

A deputada também falou dos avanços do Ministério da Saúde nos últimos anos, na consolidação da política nacional de prevenção do suícidio, promovendo ações e pactuando parceiras.

Citou como exemplo, o CVV- Centro de Valorização da Vida, uma instituição voltada ao apoio emocional, por meio de ligação telefônica, através do número 188.
Ainda em seu pronunciamento, Roberta Arraes destacou o trabalho da psicóloga Auricélia Pereira, da cidade do Cedro, que junto com jovens voluntários, desenvolvem o Projeto Bem Me Quero. O programa tem como objetivo promover encontros semanais para jovens e famílias desenvolvendo atividades socioeducativas e oficinas terapêuticas, que previnem e fazem intervenções no que diz respeito ao suícidio.
“Pretendo em breve conhecer esse programa e juntamente com o Governo do Estado, buscar caminhos para fortalecer ainda mais essa ação”, finalizou a deputada.
Por fim, a parlamentar disse que o Setembro Amarelo indaga em fundamentar ações na importância da vida.

“Devemos incluir nos nossos objetivos e pautas diárias na Casa Legislativa, o olhar para o outro, pois todos merecem cuidado, amor e políticas públicas que lhe assistam integralmente”, finalizou.

COMMENTS