Deputado do PP critica Geraldo Júlio e revela que vai se reunir com Marília Arraes e Túlio Gadêlha

Deputado do PP critica Geraldo Júlio e revela que vai se reunir com Marília Arraes e Túlio Gadêlha

Parlamentar criticou os investimentos da PCR em prevenção de enchentes e denunciou o uso de verbas de infraestrutura para a publicidade do governo

Prefeito Geraldo Julio assume presidência do ICLEI para América do Sul nesta quinta (27)
Radar Político (25/05) – Recife, uma eleição com cara de segundo turno
Prefeito Geraldo Júlio entrega maior hospital de campanha para enfrentamento da covid-19 no Recife

O deputado estadual Romero Albuquerque (PP) provocou o prefeito Geraldo Júlio (PSB), durante pronunciamento nesta quarta-feira (10), na Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco, ao questionar se o Recife está realmente preparado para as chuvas do inverno de 2019. O deputado progressista criticou a Operação Inverno, o orçamento destinado para prevenção de enchentes, o gasto da prefeitura com publicidade e anunciou que terá um encontro com os deputados federais Túlio Gadelha(PDT)  e Marília Arraes (PT), em Brasília. Na pauta, o futuro do Recife.

“O Recife tem um histórico, até por sua condição geográfica, de muitos alagamentos e deslizamento de morro. Mas poucas ações concretas e definitivas foram feitas nos últimos anos, sobretudo no que toca a ações de longo prazo. Por isso, questiono: o Recife está preparado para o inverno, senhor prefeito?, discursou o deputado.

O discurso foi motivado pelo recente caso do Rio de Janeiro, atingido por um forte temporal na noite da última segunda-feira. O impacto da chuva poderia ser menor se a prefeitura tivesse investido em ações de prevenção.  De acordo com o jornal o Globo, nos últimos quatro meses o governo Crivella não investiu em ações contra enchentes na capital fluminense.

“Assim como Mariana e Brumadinho, o transtorno ocorrido no Rio poderia ser evitado. Isto, claro, se a prefeitura fosse comprometida com a população e investisse os recursos necessários. A cidade do Rio Janeiro, que em outros tempos era exaltada como maravilhosa e o principal cartão-postal do país, hoje é o melhor exemplo do que não devemos ser e, claro, nos força a fazer uma provocação ao prefeito do Recife, Geraldo Júlio: o que estamos fazendo aqui na nossa cidade?

No discurso, o deputado contestou dois decretos, assinados em 2018 pelo prefeito Geraldo Júlio, que autorizavam a retirada de recursos da pasta de infraestrutura e habitação para serem aplicados na Secretaria de Governo e Participação Social, com a finalidade de financiar atividades de comunicação. Em 2018, de acordo o deputado, cerca de R$ 50 milhões de reais foram transferidos de uma secretaria para outra.

Crítico da gestão municipal, Albuquerque voltou a apontar a falta de diálogo do prefeito com o poder legislativo. Ele diz que isto dificulta até o trabalho dos vereadores na hora de sugerir projetos. “Diante do que estamos vendo nos últimos anos, as prioridades do PSB são outras no Recife, e como o governo é pouco aberto ao diálogo, os parlamentares, em especial os da Câmara Municipal, onde estive até o ano passado, têm raras oportunidades de expressar uma idéia, sugerir um projeto ou até ser atendido com um pedido de informações. Eles governam isolados. Mas, apesar desta postura, nós fiscalizamos”

A Operação Inverno, um dos principais projetos da prefeitura voltado para prevenção de enchentes e deslizamentos, também foi alvo das críticas do deputado. Ele alegou que o projeto é “midiático” e apresenta pouco resultado.

“Pelo segundo ano consecutivo, a famosa Operação Inverno usa o mesmo orçamento: R$ 81 milhões. Não houve um incremento? Não houve contratação de novos equipamentos, funcionários, nada?, questionou o deputado, que também lamenta a recorrência dos problemas em virtude das chuvas. “Todo ano assistimos as mesmas cenas”.

Ao final, ele anunciou que terá um encontro com os deputados federais Túlio Gadelha (PDT) e Marília Arraes (PT), na próxima segunda-feira, em Brasília. Na pauta do encontro, o futuro do Recife. “Vamos elencar as principais prioridades da cidade e organizar uma estratégia legislativa em conjunto, unindo os esforços deles, na Câmara Federal, e do nosso mandato, aqui na Alepe, para pensar o futuro do Recife”, disse o deputado.

COMMENTS