Deputados confiantes na volta das coligações na proporcional ou na implantação da verdade eleitoral

Saiba mais informações clicando no link

Augusto Coutinho é o novo líder do Solidariedade na Câmara dos Deputados
Deputado Carlos Veras (PT-PE) é contrário à reforma tributária, que Bolsonaro pretende pautar na Câmara
Fernando Monteiro propõe ampliar estudo sobre moedas virtuais


Ganha força em Brasília um movimento que defende a volta das coligações proporcionais entre partidos. Parlamentares que são favoráveis a esta modalidade estão confiantes de que presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP), coloque em votação uma PEC neste sentido e que inclua a flexibilização da cláusula de barreira, o que favorece partidos menores.

Testada na eleições municipais de 2020, a regra que pôs fim as coligações não foi bem vista por uma grande maioria de deputados que temem que a continuação da regra concentre a maioria das vagas da Câmara Federal em um número reduzido de partidos.

Em Pernambuco, por exemplo, caso seja mantido o fim das coligações proporcionais, uma boa parte dos deputados teria dificuldades de montar uma chapa capaz de alcançar o cociente eleitoral. “Para muitos deputados aqui em Pernambuco será impossível montar chapas. A tendência é a concentração de candidatos em poucos partidos”, disse um deputado ao blog.

Por outro lado há também quem defenda a implantação da “verdade eleitoral”, modalidade de eleição em que são eleitos os mais votados. Outro parlamentar, defensor desta regra , afirmou esta incrédulo que as coligações entre partidos na proporcional retorne. Para ele “verdade eleitoral”  teria grandes chances de ser aprovada na Câmara, porém ele destacou que existe grande dificuldade de aprovação de alguma mudança no Senado Federal, onde a maioria dos senadores estariam com resistentes em aprovar qualquer mudança na atual regra.

COMMENTS