Dia do Sargento é comemorado nesta sexta-feira. ACS-PE comemora conquistas históricas

Saiba mais informações clicando no link

ACS-PE consegue decisão para suspender o desconto previdenciário do FUNAFIN
Albérisson Carlos sai em defesa de PM e afirma ‘legítima defesa’; assista vídeo
Confiante na vitória, Albérisson Carlos vota neste domingo no Recife


No dia 14 de Janeiro é comemorado o Dia do Sargento. Essa patente é considerada o elo entre a tropa e o comando. O Sargento, normalmente, mescla motivação e experiência. O Presidente da Associação Pernambucana dos Cabos e Soldados, Albérisson Carlos,  fez questão de parabenizar os Militares que atingiram o tão sonhado posto.

“Quando um soldado ingressa na carreira Militar, ele sonha em ascensão profissional. Atingir o posto de Sargento já é uma grande conquista. É um momento de realização, onde a experiência profissional também está presente. Tudo isso reflete no serviço prestado à sociedade”, destaca Albérisson.

O Presidente da ACS-PE também comentou sobre as conquistas históricas da entidade, que beneficiou centenas de Militares que sonhavam em atingir a patente de Sargento. A criação do Plano de Cargos e Carreiras é uma dessas conquistas. Além disso, a atual gestão da Associação dos Cabos e Soldados ainda obteve êxito na abertura e antecipação de cursos para Sargento, agilizando a promoção de Militares que, antes, trabalhavam sem perspectiva de crescimento.

“Foi uma luta vencida através de muito empenho. Antes, o Militar interessava na carreira sem nenhuma garantia de que iria obter promoções. Isso gerava insegurança. Hoje o Policial e o Bombeiro Militar de Pernambuco já ingressa na corporação sabendo onde e quando pode chegar, o que garante uma dedicação ainda maior da tropa”, enfatiza.

Mesmo com as conquistas obtidas pela atual gestão da ACS-PE, o Presidente da Entidade Representativa acredita que muita coisa ainda precisa melhorar. O efetivo da PM e Bombeiros, o período estimado para promoções e a remuneração por subsídio são apenas alguns pontos destacados por ele.

“O subsídio garante a faixa única de remuneração. É a certeza que o mesmo percentual de aumento dado a um coronel, vai ser dado para um Soldado, Cabo ou Sargento. Além disso, o subsídio também evita o congelamento salarial que vivemos atualmente. Já são quase 5 anos sem reajustes. Sobre efetivo, nem precisa ser especialista no assunto para perceber que precisamos de mais Policiais e Bombeiros para servir à sociedade. E é claro que, como qualquer trabalhador, o Militar tem como objetivo se dedicar para crescer na profissão de maneira ágil e responsável”, concluiu Albérisson.

COMMENTS