Eduardo da Fonte apresenta emenda à LDO que beneficia pacientes com doenças raras

O deputado federal Eduardo da Fonte encaminhou, nesta quinta-feira (04), ao relator da Lei de Diretrizes Orçamentárias na Câmara dos Deputados, em

Carlinhos da Pedreira garante R$1,5 milhão para a saúde, além de tratores e retroescavadeira para Barreiros
Feitosa se reúne com representantes da Unale para tratar sobre PEC que dá autonomia ao Legislativo
Camaragibe presente em Brasília

O deputado federal Eduardo da Fonte encaminhou, nesta quinta-feira (04), ao relator da Lei de Diretrizes Orçamentárias na Câmara dos Deputados, emenda em que solicita  a compra de medicamentos para tratamento de doenças raras no País.

“Saúde é e sempre será prioridade no nosso trabalho. Garantir recursos no orçamento da União para essa área é atenuar o sofrimento da população que tanto precisa de assistência. Recursos para a saúde nunca é demais”, salientou Eduardo da Fonte.

Atualmente, a Câmara dos Deputados analisa emendas ao projeto da LDO, que estabelece metas e prioridades da União para o orçamento do governo federal de 2020.

No Brasil, há mais de 13 milhões de pacientes com doenças raras, como esclerose múltipla, fibrose cística, hepatite autoimune, lúpus eritematoso sistêmico, doença falciforme, entre outras.

Em Pernambuco, poderão ser contemplados o Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (IMIP) e o Hospital Maria Lucinda, já que em 2018 foram implantados nesses hospitais centros de referência para a assistência às pessoas que convivem com doenças raras.  A emenda de Eduardo da Fonte será analisada, agora, pelo relator do LDO, deputado federal Cacá Leão (PP-BA). Em 2018, nenhum parlamentar apresentou proposta sobre o tema na Câmara Federal.

COMMENTS