Em resposta ao Blog, prefeito de São José do Belmonte defende comércios abertos

Gestor também destacou a atuação da sua gestão na assistência à saúde da população belmontense

Coligação pede cassação de Romonilson Mariano
Secretário Tiago Pontes Queiroz se reúne com 5 prefeitos em agenda no Sertão
Prefeito de Belmonte contraria governador, não se preocupa em salvar vidas e mantém comércios abertos

Em resposta a matéria “Prefeito de Belmonte contraria governador, não se preocupa em salvar vidas e mantêm comércios abertos“, o prefeito Romonilson Mariano informou que tem tido responsabilidade em salvar vidas todos os dias. “Temos a melhor estrutura em saúde da história de Belmonte. Nunca se viu antes tantos médicos à disposição no hospital e nos postos de saúde, nunca se viu tanta facilidade na realização de exames, onde os belmontenses têm autonomia de receber toda assistência médica sem intermediários”, destacou.

O gestor também informou que segue auxiliando na assistência à saúde daqueles que precisam de deslocamento para a capital. “Temos uma central de regulação que trabalha para o povo e encaminha o paciente em ônibus leito com todo conforto, o cidadão ainda conta com uma casa de apoio com hospedagem e alimentação em Recife. Essa mesma conduta é adotada também para cirurgias e não se vê belmontense em filas ou pedindo auxílio em outros municípios”, disse Romonilson.

“Nunca se viu antes tantas ambulâncias a serviço do povo, inclusive somos um dos poucos municípios que disponibilizam uma UTI móvel, unidade esta que tem salvado muitas vidas por aqui.

Temos o programa Saúde da Gente, que presta assistência preventiva, levando atendimento médico às comunidades mais distantes do município”, ressaltou o gestor.

Romonilson fez também questão de destacar a transparência da gestão. “Saiba que somos um dos poucos municípios do estado que dispõem de todas as certidões, ou seja, nome limpo em todas as esferas federais e estaduais. Temos a melhor nota em transparência no tribunal de contas e as contas da gestão passada foram aprovadas sem precisar chegar até a Câmara”.

No que se refere ao enfrentamento à COVID, o prefeito esclareceu que a responsabilidade de possuir leitos de UTI é do Estado, conforme o protocolo do Ministério da Saúde. “Mas temos aqui leitos de retaguarda, ambulância específica para pacientes da Covid e UTI móvel. Além de uma equipe preparada, mantemos campanhas de conscientização contínua, mas não podemos sacrificar um pequeno comércio que não apresenta grande fluxo de pessoas e que significa grande parte da renda do município”, registrou.

 

Em relação as medidas restritivas, o gestor deixou claro o seu posicionamento em defesa da abertura do comércio. “É confortável para quem é servidor público e recebe seu salário em dia, pedir o fechamento do comércio, mas para grande parte da população, essa é a única forma de levar o pão para sua família e são estas pessoas que defendo”.

 

COMMENTS