Emenda de Joel da Harpa deixa de fora os integrantes de instituições religiosas de rodízio de veículos

Saiba mais informações clicando no link

Ministro rejeita ação de deputada Clarissa Tércio que pedia fim de Lockdown
Procon Jaboatão fecha 60 estabelecimentos por descumprir decreto de isolamento social
Governo prorroga fechamento do comércio e serviços até 15 de maio e das escolas até o fim do mês.

Deputado da Bancada Evangélica da Assembleia Legislativa, Joel da Harpa, acaba de apresentar emenda ao Projeto de Lei Ordinária nº 1140/2020 para que não seja aplicada aos veículos das instituições religiosas e de seus integrantes que estiverem realizando ação social ou deslocando-se para transmissão de cultos online. Afinal, no período em que encontra-se a sociedade, em razão do distanciamento social, causado pela epidemia do novo coronavírus, as igrejas tem prestado um auxílio a muitas famílias que estão em situação precária.

Segundo o parlamentar, a igreja tem feito um papel relevante neste momento, entregando cestas básicas, remédios, entre outros auxílios prestados diariamente por elas. Além disso, muitas igrejas tem feito a transmissão de cultos online, e muitas vezes os veículos das igrejas tem a necessidade de realizar o trajeto dos seus líderes religiosos, caso esta emenda não seja aprovada, os carros das instituições entrarão no sistema de rodízios, prejudicando a vida de muitas pessoas.

Importante frisar, que de acordo com o artigo 18 da Declaração Universal dos Direitos Humanos, “Toda pessoa tem direito à liberdade de pensamento, de consciência e de religião; este direito implica a liberdade de mudar a religião, assim como a liberdade de manifestar a religião ou convicção, sozinho ou em comum, tanto em público como em privado, pelo ensino, pela prática, pelo culto e pelos ritos”.

COMMENTS