Engenho Roncadorzinho – ITERPE e Justiça assinam depósito judicial para pagamento de desapropriação

Saiba mais informações clicando no link

Henrique Queiroz ITERPE Engenho Roncadozinho Barreiros

Imagem/arquivo

Hoje (quinta-feira, 29) às 14h ocorrerá a assinatura da remessa do depósito judicial em consequência do decreto de desapropriação do Engenho Roncadorzinho, na Sede do ITERPE.

Ocorre nesta quinta-feira, dia 29 de dezembro, o evento de assinatura da remessa do depósito judicial em virtude ao decreto nº 53.376 que declara o Engenho Roncadorzinho uma área de interesse social para fins de desapropriação.

A instauração do decreto se deu devido aos acontecimentos envolvendo a área, o governo informou que a região enfrenta conflitos agrários há cerca de 20 anos. O Engenho Roncadorzinho, está localizado em Barreiros, na Zona da Mata, local onde, em fevereiro, criminosos assassinaram o menino Jonatas Oliveira, de 9 anos, e balearam o pai dele, o líder rural Geovane da Silva Santos. Ato que formalizou a instauração do decreto de desapropriação.

Hoje (29), acontecerá o evento de assinatura da remessa do depósito judicial, no valor de R$ 2.170.000 (dois milhões cento e setenta mil reais) que será utilizado para a manutenção das colônias ou cooperativas de povoamento e trabalho agrícola que estão a cargo do Instituto de Terras e Reforma Agrária do Estado de Pernambuco (Iterpe), bem como a regularização fundiária sustentável em favor das 77 famílias que moram no terreno, são cerca de 400 pessoas.

O evento será realizado às 14h na sede do ITERPE, Av. Gen. San Martin, 1371 – Bongi, Recife. E contará com a participação da presidenta da Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado de Pernambuco (FETAPE), Cícera Nunes, representante do Movimento Sem Terra (MST), Jaime Amorim, o coordenador da Comissão Pastoral da Terra (CPF), Plácido Júnior e toda a diretoria do ITERPE.

A conquista da desapropriação das terras do Engenho Roncadorzinho é resultado da luta do ITERPE e dos movimentos sociais e a atenção que o governo do Estado deu para solucionar e cessar com os conflitos pelas terras.

O quê: Assinatura da remessa do depósito judicial no valor de R$ 2.170.000

Data: 29 de dezembro

Endereço: Sede do ITERPE, Av. Gen. San Martin, 1371 – Bongi, Recife – PE, 50761-000

Horário: Às 14h

Sobre a empresa ITERPE: O Instituto de Terras e Reforma Agrária – ITERPE, é uma autarquia vinculada à Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária. O Instituto tem como principal prerrogativa o controle das terras públicas, a reformulação fundiária do território estadual, a implantação de assentamentos e a operacionalização do Programa Nacional de Crédito Fundiário.

COMMENTS