Eriberto Medeiros, o governador do povo!

Eriberto Medeiros, o governador do povo!

Presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, portanto, segundo na linha sucessória do Governo do Estado, Eriberto Medeiros assumiu o comando de

Comissão da Mulher aprova proposições para proteger gestantes e lactantes
Wanderson Florêncio discorda de relatório da reforma da Previdência
Pessoas com TEA, com deficiência intelectual e crianças com menos de 03 anos isentas de uso de máscara

Presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, portanto, segundo na linha sucessória do Governo do Estado, Eriberto Medeiros assumiu o comando de Pernambuco no último dia 10, devido o período de férias do governador Paulo Câmara e do seu vice Raul Henry. Nesta sexta-feira (16), Eriberto entrega o comando do Estado ao vice, que chega do seu estágio de descanso.

Apesar de curta, a passagem de Eriberto Medeiros no comando do Poder Executivo Estadual foi marcada pela quebra de paradigmas. A simplicidade e humildade foram predicados bem presentes neste período. Despido da vaidade que é bem comum àqueles que adquirem poder, Eriberto mostrou-se um governador pé no chão, não esquecendo suas origens.

Como líder maior da ALEPE, reuniu deputados em uma recepção no Palácio do Campo das Princesas; como chefe de Estado,prestigiou a posse de desembargadores no TJPE; como policial Civil de profissão, Eriberto visitou a delegacia do bairro do Cordeiro e mostrou o seu compromisso com a segurança; como ex-vereador, prestigiou uma sessão na Câmara de Vereadores do Recife, como amante do agreste, esteve nos municípios Sairé, Camocim de São Félix e Cumaru; como apoiador da educação pública, visitou a Escola Barros de Carvalho, onde estudou na infância. Para fechar com chave de ouro a sua breve passagem pelo Governo, transformou o Palácio do Campo das Princesas em uma verdadeira Casa do Povo ao abrir as suas portas, no dia de ontem, em pleno feriado, para receber líderes comunitários e amigos que lhe acompanham desde o início de sua trajetória. Algo jamais registrado na história de Pernambuco.

Com uma grandeza rara, Medeiros não permitiu que o poder lhe subisse à cabeça e mostrou, com simples gestos, que é possível ser diferente.

Escrito por Wellington Ribeiro

COMMENTS