Eriberto Rafael faz voto de repúdio contra corte nas universidades

Eriberto Rafael faz voto de repúdio contra corte nas universidades

A Câmara do Recife aprovou nesta terça-feira (14), por unanimidade, voto de repúdio contra o corte nas bolsas que ajudam a financiar pesquisa nas un

Missionária Michele Collins agradece pela renovação do mandato no Recife
Fred Ferreira cobra ampliação do percentual de pessoas em igrejas e templos
Carlos Gueiros quer climatização de terminais integrados e requalificação de terminais e pontos de parada no Recife

A Câmara do Recife aprovou nesta terça-feira (14), por unanimidade, voto de repúdio contra o corte nas bolsas que ajudam a financiar pesquisa nas universidades do País. O requerimento foi de autoria do vereador Eriberto Rafael (PTC).

O anúncio dos cortes foi feito na semana passada, representando menos 3.474 bolsas de pesquisa oferecidas pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), que, nos últimos anos, se transformou na agência federal mais importante no apoio à formação de recursos humanos do País.

“Ao anunciar uma economia, entre aspas, de R$ 50 milhões com as bolsas, fica claro que o Governo Bolsonaro considera a pesquisa no País como um gasto, não como investimento, uma visão extremamente limitada, infelizmente”, destacou em pronunciamento na Casa.

Ele alertou que o País pode perder capital humano de pesquisa, já que, sem investimento, os profissionais vão procurar apoio no exterior.

“Este voto de repúdio é uma reação desta Casa contra a atitude do Governo. Torcemos para que a educação no País passe a ser vista como prioridade, refletindo diretamente em mais investimentos, não em cortes”, finalizou.

COMMENTS