Felipe Carreras se reúne com o ministro Márcio França e defende a necessidade de ampliar a malha aérea nacional para conectar os estados

Deputado é líder do PSB na Câmara Federal

Ministro Márcio França Deputado Felipe Carreras
A malha aérea nacional foi pauta de reunião entre a bancada do PSB na Câmara Federal e o ministro de Portos e Aeroportos, Márcio França. Ao chefe da pasta, o líder da bancada na legislatura que se inicia em 1 de fevereiro, deputado Felipe Carreras, e demais parlamentares, apresentaram os principais pleitos do setor aéreo, principalmente a necessidade de ampliação das rotas domésticas visando a maior integração entre os estados, promoção do turismo e fomento da economia, por exemplo. “Trabalhar pela otimização da nossa malha aérea nacional é sinônimo de geração de empregos, redução do chamado custo Brasil, e muitos outros benefícios.

Precisamos integrar mais o país, proporcionar opções de deslocamentos mais atrativas e dar competitividade ao setor. Sabemos que é um grande desafio que passa pela melhoria da estrutura dos aeroportos para receber maior tráfego de pessoas e cargas, a segurança dos terminais, manutenção de aeronaves e por aí vai. Mas, esse modal gera grande interesse de investimentos, então estamos otimistas que nosso ministro será muito atencioso na busca por soluções, e no Parlamento daremos todo o apoio necessário”, ressaltou Carreras no final do encontro com Márcio França, em Brasília, nesta semana.

No último dia 2, França declarou ser “muito grande” o desafio de aprimorar e ampliar toda a infraestrutura aeroportuária e portuária do Brasil. Segundo ele, a pasta tem a missão de “melhorar as condições e fiscalizar os 503 aeródromos públicos, sendo 65 aeroportos certificados, além de 2786 privados e 1500 helipontos”.

O deputado Felipe Carreras foi presidente do Fórum Nacional de Secretários estaduais de Turismo, e graças a ele Recife recebeu o hub da Azul Linhas Aéreas. No ano de 2018, Carreras foi premiado pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) pela melhor política de conectividade aérea do Brasil: o estado de Pernambuco fez história ao ultrapassar a Bahia em movimentação anual de passageiros pela primeira vez. Em 2019, o terminal recifense recebeu mais de 8,5 milhões de passageiros.

COMMENTS