Fred Ferreira propõe instalação de detectores de metais nas escolas do Recife

Fred Ferreira propõe instalação de detectores de metais nas escolas do Recife

Os atentados ocorridos contra estabelecimentos de ensino, como recente ataque à Escola Raul Brasil, em Suzano (SP), e os altos índices de violênci

Vereadora Ana Lúcia integra Frente Parlamentar pela Renda Básica em Recife
Vereador Dilson Batista repercute texto que denuncia assédio sexual e moral contra um major da Polícia Militar de Pernambuco
Michele Collins consegue aprovação de requerimento para criação de Comitê de Transparência do Enfrentamento ao Coronavírus

Os atentados ocorridos contra estabelecimentos de ensino, como recente ataque à Escola Raul Brasil, em Suzano (SP), e os altos índices de violência na capital pernambucana, acenderam um alerta sobre a segurança nas escolas. Para tornar as instituições de ensino da rede municipal e privada do Recife mais seguras, o vereador Fred Ferreira (PSC), apresentou um projeto que torna obrigatória a instalação de detectores de metais nos estabelecimentos.

O projeto de lei Nº 62/2019 visa a prevenção de qualquer tipo de situação de violência, proibindo a entrada de qualquer tipo de arma, com equipamentos seguros e identificação biométrica para escolas, que possuam mais de 500 alunos por turno.

“Infelizmente, enfrentamos uma onda de violência. Esse projeto de lei pretende evitar, no Recife, o que já ocorreu em outras grandes cidades do país. O ingresso de toda e qualquer pessoa nas escolas, sem exceção, estará condicionado à passagem por um detector de metais e, quando identificada alguma irregularidade, à inspeção visual dos seus pertences. O projeto já está tramitando nas comissões da câmara, e espero que logo seja aprovado”,  afirmou Fred, também líder do PSC na câmara.

O projeto tramitará nas comissões  de Legislação e Justiça, Finanças e Orçamento, Segurança Cidadã e Educação, Cultura, Turismo e Esportes. Se aprovado segue para a sanção do Executivo.

“Essas ações ilícitas estão sendo incrementadas por ações de violência armada praticadas não só contra os alunos regularmente matriculados, como também contra a equipe de educadores e de apoio operacional, ocorrendo com maior incidência nas grandes escolas, principalmente aquelas localizadas nas cidades de médio e grande porte, visto que as particularidades urbanas associadas à violência estão mais presentes nesses centros”, finalizou Fred.

COMMENTS