Getúlio Cardoso relata dificuldades encontradas na Prefeitura de Riacho das Almas

Saiba mais informações clicando no link

Clóvis Paiva mostra força política ampliando base de apoio
Fernando Filho fecha apoio com prefeito do Brejo da Madre de Deus
Vereador de Iati firma parceria com o deputado federal Eduardo da Fonte

O novo vice-prefeito de Riacho das Almas, Getúlio Cardoso (PSD), durante entrevista concedida ao programa Cidade em Foco e ao Blog do Alberes Xavier, apontou para o sucateamento da máquina pública deixado pela antiga administração do município, anunciou que o Hospital Municipal precisará passar por uma reforma e revelou a conquista de mais de 4 milhões de reais de recursos para cidade.

Getúlio destacou que esses primeiros dias foram para estudar a real situação financeira da cidade junto com o prefeito Dió Filho (Republicanos) e, de acordo com o mesmo, o quadro encontrado é bem complicado. “Agora a gente, pegando a prefeitura, tendo acesso as contas, ao que foi deixado, é bem pior do que imaginávamos. Não deixou dinheiro, deixou débitos, temos o levantamento de alguns débitos que vamos ter que pagar e não são poucos”, disse ao blog

De acordo com o vice-prefeito, o Hospital Municipal está totalmente depredado e precisará passar por reformas que custarão entorno de 400 mil reais. Diante disso, o mesmo adiantou que os atendimentos que são realizados no hospital atualmente deverão ser redirecionados para os PSFs de duas localidades, Salinas e Jiquiri.

Questionado de onde sairá os recursos para a reforma do Hospital, Getúlio afirmou que o valor será fruto de economias que a nova a administração deve implantar, com a reduções na folha de pagamento e nos alugueis de imóveis locados a prefeitura. “Vamos trabalhar com equipe bem menor de contratados do que tinha na gestão anterior, mas dentro do que a população de Riacho precisa, servindo as pessoas “, disse.

Além do sucateamento de diversos setores da administração, a exemplo da frota de automóveis e ônibus, o vice-prefeito apontou para débitos deixados pelo ex-prefeito Mota (PSB). “Dos débitos que falei aqui, entre INSS e RiachoPrev, da educação e da RiachoPrev, somando, dá um débito de mais de 670 mil. A informação que tive do secretário de Finanças é que esse valor ainda vai aumentar, porque ainda não sabemos os valores da assistência social e saúde do INSS”, disse.

Apesar das dificuldades enfrentadas neste início de gestão, Getúlio destaco que estará empenhado, juntamente com o prefeito Dió Filho, para superar os desafios e contribuir com o desenvolvimento da cidade. “Isso não tira nossa vontade e empenho de trabalhar. Estamos lá firmes, junto com Dió, o dia todo trabalhando incansavelmente para a gente organizar nossa cidade e ver Riacho voltar a crescer”, disse.

Câmara – Na oportunidade, o vice destacou que apesar de o Legislativo Municipal contar com maioria oposicionista, a nova administração pretende manter o diálogo aberto em prol da cidade. Na eleição que definiu a presidência da Casa, a nova gestão não buscou interferir no processo de escolha dos vereadores de acordo com Getúlio.

“A gente deixou que eles decidissem entre si, a gente não interferiu no processo. Acabou que os vereadores de oposição resolveram eleger um vereador da oposição, que é meu primo, o vereador Nestor do Bordado. Já conversamos com ele, ele está disposto a contribuir no que for possível”, disse.

Recursos – Getúlio destacou ainda que a nova gestão já começa com uma boa notícia para a população, trata-se da conquista de 4 milhões de reais em emendas destinadas pelo deputado federal Silvio Costa Filho (Republicanos) para a construção de duas escolas no município. “A gente vai correr atrás para que ainda este ano a gente comece uma dessas escolas, ou até as duas”, disse.

Além disso, o mesmo falou do apoio do deputado federal André de Paula (PSD) e confirmou a destinação de recursos por parte do deputado estadual Antônio Moraes (PP) para pavimentação e saneamento na cidade. “Tenham certeza que Riacho das Almas está vendo um prefeito e um vice-prefeito cientes dos problemas e que vai dando soluções dentro do possível”, ratificou.

COMMENTS