Guilherme Coelho defende recriação do Ministério da Irrigação

Saiba mais informações clicando no link

Guilherme Coelho
O presidente da Associação Brasileira dos Produtores e Exportadores de Frutas (Abrafrutas), Guilherme Coelho, está encabeçando uma campanha que solicita  ao Governo Federal a recriação do Ministério da Irrigação. O pedido foi feito durante a reunião de criação da Rede Nacional de Irrigantes (Renai) realizada na tarde desta quarta-feira (07) na cidade de Brasília-DF.
Para Guilherme Coelho, o país tem capacidade para expandir os hectares irrigados. “A irrigação é essencial para que o Brasil possa produzir mais alimentos e de maneira sustentável.  A irrigação não leva apenas água, com ela chega a educação, emprego e prosperidade. O Vale do São Francisco é um exemplo de produtividade agrícola e desenvolvimento graças aos canais”, afirmou.
Um ministério dedicado à implantação e expansão da irrigação não é uma novidade, pois existiu durante o governo do presidente José Sarney entre os anos de 1986 e 1989. Através de financiamentos do Banco Mundial, o extinto ministério deu velocidade a implantação de perímetros irrigados, principalmente em Pernambuco e Bahia.
Sobre a Renai
A Rede Nacional de Irrigantes foi criada com o objetivo de fortalecer agricultura irrigada no Brasil.
O país possui cerca de 8,2 milhões de hectares irrigados, entretanto, pode chegar a 55 milhões de hectares.
Atualmente a Renai é constituída por 88 associados com representatividade no setor, espalhados pelo Brasil.

COMMENTS