Jaboatão vence premiação da Opas/Ministério da Saúde por experiência de excelência no combate à pandemia da Covid-19

Saiba mais informações clicando no link

Gleide Ângelo e Anderson Ferreira lado a lado em evento
Anderson Ferreira abre 10º drive-thru no Jaboatão e antecipa segunda dose da AstraZeneca
RADAR POLÍTICO (22/03) – A disputa por votos no Agreste Setentrional


O Ministério da Saúde e a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) no Brasil reuniram, na manhã desta sexta-feira (16), os 19 autores das experiências de excelência selecionadas pela iniciativa “APS Forte no SUS – no combate à pandemia da Covid-19”, dentre eles, o município do Jaboatão dos Guararapes, único representante de Pernambuco na premiação. A cerimônia foi transmitida de Brasília, por videoconferência, e marcou o encerramento da atividade lançada em maio de 2020, com o objetivo de identificar e dar visibilidade a experiências exitosas da Atenção Primária à Saúde (APS) no enfrentamento da pandemia.

Das 261 experiências que disputaram a final em todo o país, 57 foram apresentadas por municípios da região Nordeste, sendo apenas cinco reconhecidas como de excelência: duas do Piauí, uma de Alagoas, uma do Ceará e uma de Pernambuco, representada por Jaboatão dos Guararapes. Pernambuco ainda aparece no ranking com 13 experiências finalistas certificadas com menção honrosa, dentre as quais oito foram apresentadas por Jaboatão dos Guararapes, duas pelo Recife, uma por Ipojuca, uma por Lagoa do Carro e uma por Paulista.

“Essa é uma premiação voltada a um grupo de municípios com alta motivação e sensibilidade sobre o papel e a responsabilidade da Atenção Primária na resposta à pandemia do novo coronavírus. Jaboatão, desde o início, tem ocupado um papel de destaque e sendo, inclusive, apontado como referência para outras cidades do estado no tratamento humanitário e acolhimento de todos os segmentos da população. Esse é um princípio que norteia toda e cada ação que nossa gestão adota para transformar a realidade das pessoas”, disse o prefeito Anderson Ferreira.

“Dar visibilidade às experiências que fizeram a diferença na vida dos cidadãos é reconhecer todo o trabalho tripartite do Sistema Único de Saúde. Com essa iniciativa, almejamos que um serviço de qualidade da Atenção Primária à Saúde seja feito em todos os municípios”, acrescentou Raphael Câmara, secretário de Atenção Primária à Saúde do Governo Federal.

COMMENTS