João Campos firma parceria com o IEPS pela saúde do Recife

Prefeito teve reunião remota com a participação do associado fundador do Instituto, o economista e ex-presidente do Banco Central, Armínio Fraga, na manhã desta terça-feira (8).

João Campos testa positivo para COVID 19
“Deveriam parar de postar fotos com mão melada de óleo e sapatos enxutos, e buscar ações que tragam resultados” , disparou Renato Antunes
João Campos e PSB reafirmam apoio a grupo político em Barreiros e São José da Coroa Grande


Com o objetivo de oferecer um serviço de saúde cada vez melhor aos recifenses, o prefeito João Campos assinou um acordo de cooperação técnica entre a Prefeitura da Cidade do Recife e o Instituto de Estudos para Políticas Públicas de Saúde (IEPS) na manhã desta terça-feira (8). No seu gabinete, o gestor municipal realizou um encontro virtual com a equipe técnica do IEPS e a participação do associado fundador, o economista e ex-presidente do Banco Central do Brasil, Armínio Fraga, para firmar o acordo. O objetivo do acordo é, com o apoio e consultoria técnica do instituto, aperfeiçoar as políticas públicas de Saúde no Recife.

“Quando a gente faz qualquer pesquisa de opinião aqui no Recife ou em qualquer cidade do Brasil, a saúde aparece como a área em que as pessoas mais desejam melhorias. Precisamos trabalhar a qualidade do atendimento e medir a qualidade do serviço, pois o cidadão olha para a Prefeitura como uma grande plataforma de serviços e população espera que esses serviços sejam cada vez melhores”, disse o prefeito.

“Sobretudo num momento como esse, que o Brasil e o mundo passam pela maior crise enfrentada por todas as gerações vivas, a gente precisa ter uma capacidade de cooperação muito grande e entender que aquilo que deve nos unir é muito maior do que eventuais divergências. Eu acredito que a cooperação deve ser feita não apenas no discurso, mas também quando temos oportunidade de decidir e coordenar times, devemos unir os propósitos e superar os problemas”, completou o prefeito João Campos.

O Plano de Trabalho que será executado a partir da assinatura tem três eixos. O primeiro prevê a implementação de um sistema de monitoramento de qualidade e resultados finais em saúde, com o objetivo de mensurar qualitativamente o serviço final prestado ao usuário da rede de saúde do Recife. O segundo trata de criar unidades de alto impacto orientada na avaliação dos problemas e necessidades da rede de saúde do município. Por fim, a parceria irá ainda construir uma agenda legislativa com soluções para políticas de saúde no Recife.

Armínio Fraga agradeceu o encontro e falou do entusiasmo com o trabalho a ser desenvolvido. “O que faz as coisas andarem é gente, são as pessoas. Para nós, essa parceria é muito importante e nós enxergamos essa aproximação com o Recife como um desafio quase existencial para nós. Podem contar conosco, procuramos ser rigorosos, mas não dogmáticos. O nosso negócio é trabalhar em equipe. As equipes estão em contato, o que nos faz acreditar muito nesse projeto”, avaliou.

O IEPS é uma instituição sem fins lucrativos que defende a ideia de que toda a população do Brasil deva ter acesso à saúde de qualidade e que o uso de recursos e a regulação do sistema de saúde sejam os mais efetivos possíveis. O Instituto conta com um Conselho Consultivo multidisciplinar, não remunerado, cujos membros desenvolvem trabalhos em distintos âmbitos do setor. Fazem parte do Conselho: Drauzio Varella, Guilherme Frering, João Biehl, Lígia Bahia, Márcia Castro, Paulo ChapChap e Paulo Hartung. Ele é dirigido pelo cientista político Miguel Lago, apoiado pelos economistas Rudi Rocha (Coordenador de Pesquisa) e Rodrigo Fiães (Diretor Administrativo-Financeiro).

COMMENTS