João Paulo Costa alerta sobre gastos com pessoal

O Governo do Estado gastou, no primeiro quadrimestre de 2019, 48,07% da Receita Corrente Líquida (RCL) com pessoal, o que representa um valor de R

Deputado Eriberto Medeiros recebe vereadores de São José da Coroa Grande
Doriel Barros segue com trabalho intenso na ALEPE
Aprovado PL de Wanderson Florêncio que garante atendimento prioritário aos idosos e às pessoas com mobilidade reduzida na unidade de saúde próxima a residência

O Governo do Estado gastou, no primeiro quadrimestre de 2019, 48,07% da Receita Corrente Líquida (RCL) com pessoal, o que representa um valor de R$11,3 milhões. A informação foi divulgada no relatório de gestão fiscal, publicado no Diário Oficial do Estado nesta quarta-feira (29). Preocupado com a questão fiscal de Pernambuco, o deputado estadual João Paulo Costa (AVANTE) usou a tribuna da Assembleia Legislativa para fazer um alerta sobre os gastos. Segundo ele, é preciso gastar menos com a estrutura do Estado e mais com as pessoas, o que o governo não tem feito nos últimos anos.

“Não é de hoje que o Estado está acima do limite prudencial. No último quadrimestre de 2018, Pernambuco foi o quarto estado do nordeste que mais gastou com pessoal e o décimo primeiro do Brasil. É importante elencar prioridades. É fundamental que se diminua o gasto com pessoal e amplie os investimentos em áreas que são importantes para a população como a segurança pública, a saúde e a educação”, destacou João Paulo Costa.

Segundo a Lei de Responsabilidade Fiscal, os governos não podem ultrapassar 49% da RCL com pessoal. Se ultrapassar o limite, ficam impedidos de contratar empréstimos, além de conceder aumento e contratar servidores, além de realizar outros investimentos. “O que me preocupa é que os reflexos da situação do Estado são sentidos principalmente nos serviços prestados à população”, alerta o parlamentar.

COMMENTS