Joel da Harpa se mobiliza para evitar prejuízos aos policiais com a Reforma da Previdência

Joel da Harpa se mobiliza para evitar prejuízos aos policiais com a Reforma da Previdência

O deputado estadual Joel da Harpa  (PP), principal representante dos profissionais da Segurança Pública em Pernambuco, seguiu para Brasília com o

Cartilha sobre Alienação Parental é lançada nesta quarta (8/11) na Alepe
Claudiano Filho apresenta Projeto que pode diminuir o risco de contaminação por coronavírus no transporte público
Alepe volta a debater projeto de lei que considera igrejas como atividade essencial

O deputado estadual Joel da Harpa  (PP), principal representante dos profissionais da Segurança Pública em Pernambuco, seguiu para Brasília com o objetivo de acompanhar de perto as movimentações em torno da Reforma da Previdência, projeto que pode entrar na pauta de votação ainda este ano no Congresso Nacional. 

De acordo com o parlamentar, a viagem tem por objetivo criar uma mobilização para evitar que direitos dos militares sejam suprimidos. “Estou indo à Brasília para me certificar de tudo o que está acontecendo e verificar os pontos onde tratam da questão dos militares, como fim da promoção imediata, aumento do tempo de serviço, entre outras questões que precisam ser acompanhadas de perto para que sejam evitados prejuízos à categoria”, afirmou Joel, que também prometeu se reunir com deputados federais da bancada de Pernambuco e de outros estados para convence-los a não votar propostas que prejudiquem os funcionários públicos em geral.

A viagem de Joel para Brasília acabou levando o parlamentar a não comparecer à sessão de ontem (30), na ALEPE, onde foi colocado em pauta o Projeto de Lei que extinguiu a Delegacia de Crimes contra a Administração e Serviços Públicos (Decasp). O parlamentar, que já havia se posicionado contrário a proposta, disse apoiar o trabalho de combate à corrupção que vinha sendo promovido pela Decasp. “Os órgãos voltados ao combate à corrupção devem ser valorizados e fortalecidos”, destacou. 

Escrito por Wellington Ribeiro

COMMENTS