John Rodgerson e Fábio Campos são cidadãos do Recife e de Pernambuco

Saiba mais informações clicando no link

Romerinho Jatobá John Rodgerson Fábio Campos Geraldo Júlio Lucas Ramos

Conexão entre as pessoas. Impulso ao turismo. Geração de emprego e renda. Qualidades destacadas durante a solenidade que concedeu o Título de Cidadão do Recife e o Título Honorífico de Cidadão de Pernambuco para dois executivos da Azul Linhas Aéreas Brasileiras: O Chief Executive Officer (CEO) da empresa, John Peter Rodgerson, e o diretor de Relações Institucionais, Aeroportuárias e de Comunicação, Fábio Barros Franco de Campos. A solenidade ocorreu na tarde desta sexta-feira (18), na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), em conjunto com a Câmara do Recife. A iniciativa partiu do deputado Lucas Ramos (PSB) e do vereador Romerinho Jatobá (PSB), que é presidente do Poder Legislativo Municipal.

O auditório Senador Sérgio Guerra, na Alepe, ficou repleto de autoridades, representantes do trade turístico da capital e do Estado que vieram prestigiar a reunião solene, presidida pelo deputado estadual Alberto Feitosa (PL). Além dos dois homenageados e dos proponentes, compuseram a Mesa o deputado federal Felipe Carreras (PSB), o secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Geraldo Julio e a secretária de Turismo e Lazer, Pâmela Alves.

O presidente da Câmara Municipal do Recife, vereador Romerinho Jatobá, em seu pronunciamento na tribuna, justificou que são dois grandes profissionais a receberem as honrarias. “Pelo exemplo que prestam em suas áreas e também pela relação que ambos mantêm com a nossa cidade e com o nosso Estado, através da Azul, acreditando no nosso potencial”, destacou.

Ele afirmou que as relações entre a companhia aérea, o Recife e o Estado já vêm de longas datas e, nos últimos sete anos, só fizeram crescer, com a chegada do hub da Azul à capital, em 2015. “Hoje, Recife é a segunda maior base da Azul em assentos ofertados por quilômetro voado, e a terceira maior base da Azul em decolagens. Os voos da Azul respondem por 71% de todos os voos na capital pernambucana”.

Romerinho Jatobá destacou o papel da Prefeitura da cidade na criação de estratégias para atrair a presença de visitantes que vêm de outros lugares. “É certo que o turismo é uma das maiores formas de trazer emprego e renda para as cidades. E o Recife é uma cidade que tem esta vocação, pois possui um amplo leque de serviços, comércio, gastronomia, logística, tecnologia, lazer e entretenimento”.

O deputado Lucas Ramos, também autor das homenagens, destacou a importância do trabalho realizado pelos executivos à economia do Estado. Atualmente, a Azul Linhas Aéreas opera mais de 100 voos diários em Pernambuco e mais de 80 no Recife. Disse que “sob a batuta de John Rodgerson para os próximos três anos a meta é atingir 140 voos diários, colocando Recife entre os aeroportos mais movimentados do Brasil”. Ele lembrou que a empresa aérea foi a primeira a se voluntariar para trazer de forma gratuita as vacinas contra a covid-19 para o Estado e teve “um papel imprescindível na retomada econômica, no momento mais duro da pandemia, e no pós-pandemia”.

“A cidade já é de nosso coração” – O agora cidadão do Recife e de Pernambuco, diretor de Relações Institucionais, Aeroportuárias e de Comunicação da Azul Linhas Aéreas, Fábio Campos, nasceu em Mogi Mirim (SP). Ele agradeceu o reconhecimento recebido e disse que a cidade “já é de nosso coração”. Disse que se sentia emocionado e estendeu o mérito aos funcionários da empresa. “Quem ganha hoje são os 14 mil tripulantes da Azul, que trabalham para transformar a aviação brasileira”, afirmou.

Lembrou do importante papel que o Recife desempenha na conexão com outros aeroportos em Pernambuco: Fernando de Noronha, Caruaru, Garanhuns, Petrolina, Serra Talhada e Araripina. “O Estado desenvolve a aviação e a aviação desenvolve o Estado”, analisou. Fábio Campos falou ainda do orgulho em compartilhar as comendas com o CEO da empresa John Rodgerson. “Um grande líder para todos nós e uma referência para toda a aviação brasileira”.

Em 2008, John Rodgerson, o norte-americano que mora em São Paulo há 15 anos, fundou a Azul Linhas Aéreas. A previsão da companhia é atingir mais destinos a partir do Recife, incluindo voos internacionais. “Isso é um Hub de verdade: acreditar num povo. Acreditar num governo”. Segundo o CEO, a Azul vai retomar os voos internacionais a partir da capital pernambucana, com voos regulares para Montevidéu, no Uruguai, no próximo domingo (20), e já estão sendo vendidos os bilhetes para os voos destinados a Flórida, nos EUA.

Ele falou, ainda, sobre os desafios de empreender no Brasil, mas disse acreditar no País e no potencial do Nordeste brasileiro. “Somos o dobro do que éramos em 2019 e queremos crescer mais”. exultou. Na solenidade, John Rodgerson agradeceu o reconhecimento e falou do orgulho em receber as cidadanias do Recife e de Pernambuco. “É uma grande honra e uma grande responsabilidade”, afirmou. “Temos que continuar investindo, agora, no meu Estado”.

COMMENTS