Mais rigor nos contratos de empresas é a 30ª Lei de Gustavo Gouveia

Saiba mais informações clicando no link

Wanderson Florêncio protesta pra ausência de Lia de Itamaracá no Carnaval de Pernambuco
Henrique Queiroz Filho discute fortalecimento do futebol em reunião com representantes de clubes e FPF
Rogério Leão discute limites municipais e divisão político-administrativa, na Comissão de Negócios Municipais da Alepe

A 30ª Lei de autoria do deputado estadual Gustavo Gouveia (DEM) aprovada na Alepe exige mais rigor nos contratos de empresas que fornecem alimentos usados na merenda escolar do estado. A Lei nº 17.162/2021 foi sancionada nesta semana, proibindo a participação de fornecedores que se envolverem em fraudes.
Segundo a Lei, os contratos terão mais rigidez, com cláusulas específicas, e em caso de descumprimento serão cancelados, como: adulteração do prazo de validade dos gêneros alimentícios; redução da quantidade dos produtos contratados; fornecimento de produtos que não atendam às especificações para consumo de pessoas com limitação alimentar, como intolerantes a glúten, intolerantes a lactose e diabéticos, entre outras.
De acordo com o parlamentar, a Lei proporcionará mais segurança na merenda escolar aos cerca de 560 mil estudantes pernambucanos. “Esperamos diminuir os casos de fraudes contratuais, garantindo o fornecimento de produtos para que os estudantes tenham refeições de qualidade”, explica.
ALEPE – Gustavo Gouveia é autor de 30 Leis estaduais, sendo 11 delas aprovadas em 2019, 15 em 2020 e quatro neste ano. Além disso, em dois anos de mandato, elaborou mais de 100 Projetos de Lei.

COMMENTS