Mais uma fake news contra João Campos é retirada pela Justiça

Até o momento, a Frente Popular do Recife já derrubou, por meio de liminares concedidas, 20 ações, entre disparo em massa, notícias falsas e ofensa à honra

Rinaldo Barros aciona Polícia Federal contra Fake News
Marília Arraes apresenta projeto contra as Fake News
Romero Albuquerque mira “fake news”


O juiz da 1ª Zona Eleitoral, José Júnior Florentino dos Santos Mendonça, determinou a retirada de postagem feita pelo candidato a prefeito do Recife pelo DEM, Mendonça Filho, com mais uma fake news contra o representante da Frente Popular na sucessão da capital, João Campos (PSB). Por meio de liminar, o magistrado ordenou a “suspensão e exclusão do conteúdo postado” pelo democrata sob pena de aplicação de multa diária de três mil reais. O post vedado se referia à tentativa de Mendonça de atribuir uma ação de fiscalização do poder público municipal a Campos.

“A situação delineada na exordial se coaduna com o conceito de propaganda eleitoral negativa produzida por meio de desinformação (Fake News) lesiva”, diz o magistrado em sua decisão, apontando depois: “divulgação de mensagem com conteúdo para realizar a divulgação de vídeo com conteúdo sabidamente inverídico e ofensivo contra o seu concorrente ao pleito municipal.”

“A publicação impugnada não pode sequer ser enquadrada como produto de eventual direito de crítica, enquanto manifestação do direito de opinião, pois o único juízo emitido que se depreende do conteúdo divulgada é a sub-reptícia depreciação da imagem pública do candidato. Não se depreende do conteúdo divulgado qualquer comentário que sirva ao confronto de ideias ou para apreciação racional de comportamentos, com posterior manifestação de opinião, a fim de enriquecer o debate político e democrático”, completou o José Júnior Florentino dos Santos Mendonça.

Até o momento, a Frente Popular do Recife já derrubou, por meio de liminares concedidas, 20 ações, entre disparo em massa, fake news e ofensa à honra.

COMMENTS