Mendonça Filho volta a integrar o time de consultores da Fundação Lemann

Saiba mais informações clicando no link

“O Recife precisa de escolas Cívico-Militares”, diz Albérisson Carlos
Antonio Coelho celebra autorização da aquicultura em corpos d’água da União
Jovem é aposta do público liberal para a Câmara de Vereadores do Recife

O ex-ministro da Educação, Mendonça Filho, volta a integrar o time de consultores da Fundação Lemann, uma das organizações sem fins lucrativos mais conceituadas da área de Educação no país.

A Lemann promove ações voltadas à inovação, gestão, políticas educacionais para gerar oportunidades para alunos de norte a sul do país. A organização apoia milhares de escolas com soluções inovadoras e iniciativas que dão bons resultados e trabalha com professores, gestores escolares, secretarias de educação e governos. Com a pandemia, financiou em parceria com a Universidade de Oxford e a Unifesp, com o aval da Anvisa, testes para a vacina contra a Covid_19.

A Fundação Lemann, em parceria com outras setes organizações, está financiando e equipando uma fábrica para produzir a vacina contra a Covid-19, que será doada à Fiocruz. O objetivo é fortalecer o trabalho de pesquisadores e contribuir para respostas eficazes à pandemia. A instituição também promove cursos para estudantes e professores e parcerias com outras instituições, entre as quais universidade estadunidenses, como Harvard University, Yale University, Stanford University, Columbia University, University of Illinois, University of California e MIT.

Mendonça tem mais de 30 anos de experiência no setor público. Como ministro da Educação fez a reforma do ensino médio, entregou a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) do ensino médio e criou a política nacional de escolas em tempo integral. Foi governador de Pernambuco, vice-governador, deputado estadual e federal e secretário de Estado. Formado em Administração de Empresas pela Universidade de Pernambuco, fez o curso de Gestão Pública pela Kennedy School Escola de Governo da Universidade de Harvard (EUA). Foi consultor educacional da Unesco e atuou na Lemann durante um ano e meio, entre 2019 e 2020. No início da campanha eleitoral de 2020 pediu desligamento e, agora, retorna à equipe de consultores a convite da Lemann.

COMMENTS