Obras de triplicação da BR-232 começam em janeiro

Nesta sexta-feira (29), o edital para contratação das obras foi publicado no Diário Oficial do Estado.

Governador recebe João Campos, prefeito eleito do Recife, e discute parcerias para os próximos quatro anos
João Campos trata da triplicação do acesso do Recife pela BR-232 com o governador Paulo Câmara
Fernando Rodolfo pede ao Presidente da República prioridade na duplicação da BR 423


O prefeito João Campos, junto ao governador de Pernambuco Paulo Câmara, participou da solenidade de apresentação dos detalhes do projeto para a triplicação da BR-232 – referente ao trecho que dá acesso à Região Metropolitana do Recife, no Palácio do Campo da Princesas, na manhã desta sexta-feira (29). As obras, que deverão começar no início de 2022 e durar 12 meses, terão um investimento de R$ 100 milhões. A intervenção será realizada dentro de parâmetros que garantem a preservação ambiental e a acessibilidade, e beneficiará 67 mil pessoas por dia. Além de apoio técnico, a Prefeitura do Recife também contribuirá com projetos paisagísticos e de iluminação que serão executados nas alças que dão acesso ao trecho apresentado.

“Nós firmamos esse compromisso com a cidade, ainda no ano passado, de que essa era a grande intervenção de acesso ao Recife. Logo após as eleições, no mês de dezembro, procurei o governador, e participaram também da reunião a vice-governadora Luciana e a secretária Fernandha Batista. Conversamos e ficou decidido que Recife e Pernambuco arrumariam uma forma para realizar a obra. No modelo jurídico encontrado, a rodovia já é cedida ao estado, e o governador conseguiu, através de um caminho de ajuste fiscal e econômico, garantir os recursos de fontes próprias do estado de Pernambuco para realizar a obra. E a gente vai fazer os projetos complementares, então as alças que dão acesso àquele trecho da BR-232, receberão um projeto paisagístico e iluminação realizados pela Prefeitura do Recife. E a gente acompanhou toda a execução do projeto, a equipe técnica da Prefeitura acompanhou. Fizemos a modelagem de tráfego também, com especialistas da área”, contou João Campos.

A intervenção contempla 6,8 quilômetros de extensão, começando da entrada da BR-101 (km 4,70) até a entrada da BR-408 (km 11,50), e a proposta é melhorar a fluidez da via, fortalecer a infraestrutura logística e também assegurar a integração dos modais de transporte. A obra é de responsabilidade da Seinfra e vai ser executada pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER).

De acordo com o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, a triplicação da BR-232 vai ser realizada de forma rápida, o que minimizará os problemas gerados durante as obras. “O projeto foi todo revisado, dentro das boas práticas, buscou-se ouvir todos os especialistas em relação ao tema rodoviário. E é uma triplicação que vai atingir cerca de 7km, vai dar uma condição bem melhor hoje de recebimento de mais de 60 mil veículos que diariamente chegam ou saem do Recife. É uma obra de execução rápida, vão ser 12 meses, então apesar das intervenções necessárias e todo o transtorno que pode gerar, os benefícios são enormes e preserva os valores que a gente sempre buscou em relação ao meio ambiente, à acessibilidade ao pedestre que utiliza a via, à condição da ciclofaixa que vai ser feita. É um olhar que precisa ser dado ao futuro”, explicou ele.

O desenvolvimento do projeto tem como base um planejamento estratégico e integrado entre diversos órgãos estaduais. Também contou com a participação da Prefeitura do Recife, por meio do Gabinete de Projetos Especiais. Ao longo deste ano foram realizadas reuniões e vistorias para garantir a melhor solução técnica possível.

Haverá requalificação do pavimento em placa de concreto na pista principal e asfalto nas marginais; novo sistema de drenagem; a implantação de dois retornos na altura do Jardim Botânico; a realocação e o redimensionamento das paradas de ônibus existentes, além da implantação da terceira faixa. Também estão contempladas no projeto a iluminação em LED e a sinalização horizontal e vertical.

O projeto paisagístico, em elaboração pela PCR, vai contemplar as áreas das alças da rodovia, valorizando a entrada da cidade pela BR-232 e a BR-101 Sul. Com isso, os agricultores familiares que vivem e produzem há anos no local estarão integrados.  “O projeto de paisagismo contemplará toda a parte de jardinagem e de iluminação cênica, dando à entrada do Recife outra perspectiva de visão e completamente integrada à triplicação da via”, explicou Cinthia Mello, chefe do Gabinete de Projetos Especiais da Prefeitura do Recife. A execução será nos últimos meses das obras viárias por se tratar de intervenção paisagística.

COMMENTS