Paulista oferece amparo ao público vítima de racismo e intolerância religiosa

Saiba mais informações clicando no link

Paulista oferece amparo ao público vítima de racismo e intolerância religiosaServiço funciona no bairro de Maranguape I

Na cidade do Paulista, as pessoas vítimas de intolerância racial ou perseguição religiosa contam com apoio jurídico, psicológico, entre outros suportes. O acolhimento é feito pelo Conselho Municipal de Políticas de Promoção da Igualdade Racial e Combate ao Racismo do Paulista, que encaminha os casos para as secretarias municipais responsáveis. O serviço funciona no Centro Administrativo da Prefeitura, na Avenida Brasil Prefeito Geraldo Pinho Alves, 222, em Maranguape I. O atendimento ocorre de segunda a sexta, das 8h às 16h. Quem quiser também pode interagir pelo e-mail: cmppirpaulista@gmail.com

O Conselho promove reuniões na segunda terça-feira de cada mês. Um mês o encontro acontece pela manhã e o seguinte no período da tarde. A instituição é formada por 18 membros titulares e 18 suplentes. O grupo é paritário, sendo constituído por nove integrantes da Gestão Municipal e nove da sociedade civil. O Conselho tem como presidenta, Gisele Tiburtino, e a vice, Nathália Bringel. Os membros tomaram posse no primeiro semestre de 2022.

COMMENTS