PCR registra 460 altas nos novos leitos criados para o covid-19 e abre 6⁰ hospital de campanha

Saiba mais informações clicando no link

Coronel Feitosa apresenta propostas para a área de Esportes
Podemos filia Pr. Júnior Tércio
Câmara do Recife moderniza tramitação de documentos

Dois dias depois de abrir o Hospital Provisório Recife 2, no bairro dos Coelhos, o prefeito Geraldo Julio anunciou, nesta sexta-feira (24), a abertura do sexto hospital de campanha na área externa do Hospital da Mulher do Recife (HMR), no Curado. A estrutura erguida pela Prefeitura do Recife em um mês conta com 120 leitos de enfermaria, que se somam aos leitos de enfermaria e de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) já abertos na área interna do hospital, no fim de março. Desde o início da pandemia, cinco pacientes com Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) se curaram e tiveram alta das UTIs do HMR. Até o momento, 460 pacientes tiveram alta dos leitos criados pela Prefeitura do Recife para pacientes com suspeita ou confirmação de covid-19, mais de dois mil pacientes já foram atendidas nas novas estruturas e quase 16 mil usuários já se cadastraram no aplicativo Atende em Casa Covid-19.

O prefeito Geraldo Julio durante  entrevista coletiva pela internet deu um panorama dos atendimentos realizados até agora. “Quero trazer hoje informações importantes sobre os atendimentos já realizados pelas novas estruturas criadas pela Prefeitura do Recife para atender especificamente pacientes da covid-19. Nos novos hospitais de campanha já foram atendidas 2124 pacientes e desses, 460 já tiveram alta. Os cinco pacientes que foram internados em UTI criada pela Prefeitura no HMR já tiveram alta. Para nossa felicidade eles já estão em casa, o tratamento já em finalização”, disse o prefeito.

Os cinco primeiros pacientes que tiveram alta depois de se tratarem de Srag nas UTIs do Hospital da Mulher são de Recife (1), Jaboatão (3) e São Lourenço da Mata (1). Dois deles testaram positivo para covid-19: um homem de 38 anos que mora em São Lourenço e teve alta no último dia 16, após dez dias no HMR, e uma mulher recifense de 47 anos. Moradora do bairro do Cordeiro, na zona oeste do Recife, a dona de casa Sandra Gomes da Silva recebeu alta na manhã desta quinta-feira (23), depois de passar 15 dias internada no Hospital da Mulher, sendo cinco na UTI. “Essa doença não é brincadeira. Tive muita sorte de ter sido encaminhada para o Hospital da Mulher. Os médicos, enfermeiros e técnicos me trataram muito bem. Estou muito grata a Deus e a toda equipe do Hospital da Mulher”, contou Sandra.

A estrutura erguida na área externa do Hospital da Mulher do Recife (HMR), no Curado, conta com 120 leitos de enfermaria. Desde o início da pandemia, um total de 2124 pacientes foram atendidos nos hospitais de campanha criados pela PCR

Já o novo hospital de campanha localizado na área externa do HMR, assim como vem sendo feito na maioria das unidades, a abertura dos leitos para os pacientes será de forma gradual, até atingir o pleno funcionamento. Nesta sexta, já ficam disponíveis para a população 30 leitos de enfermaria, além dos 10 leitos de enfermaria e dos 30 de UTI que já vinham funcionando dentro do HMR. Agora, o Hospital da Mulher conta com 70 leitos abertos, dos 208 que ele terá quando tudo estiver funcionando, sendo 54 UTIs. Para humanizar o ambiente do hospital de campanha do HMR, como foi feito em outros, as paredes internas receberam aplicação de adesivos que imitam janelas, com fotos de paisagens.

“Hoje entregamos o sexto hospital de campanha feito pela Prefeitura  do Recife e que fica localizado dentro do terreno do Hospital da Mulher. Uma unidade com 120 leitos, 30 deles já começam a funcionar normalmente hoje. Com essa marca, chegamos a 947 leitos novos, prontos para atendimentos exclusivo desses pacientes, criados desde o início da decretação da pandemia”, pontuou o prefeito Geraldo Julio.

ATENDE EM CASA – O site de orientação virtual para pessoas com sintomas gripais lançado pela Prefeitura do Recife e o Governo do Estado já atingiu a marca de quase 16 mil usuários do Recife cadastrados. O aplicativo web “Atende em Casa – Covid 19” permite uma avaliação inicial da gravidade do paciente e, quando necessário, é feita uma chamada de vídeo com enfermeiros ou médicos, garantindo ao recifense orientações virtuais sobre a doença. O objetivo é evitar que a população procure as unidades de saúde desnecessariamente durante a situação de emergência causada pelo novo coronavírus. “Outro dado importante que foi a criação do aplicativo Atende em Casa, chegou hoje a marca de 15.800 atendimentos, resolvendo muitas das situações com consultas de teleorientação com médicos e enfermeiros que estão fazendo o atendimento desses pacientes. Mais de 15 mil pessoas deixaram de ir para a rua, salvando assim muitas vidas”, comemorou o prefeito Geraldo Julio.

Mais de 4.500 pessoas com sintomas ou condição de gravidade receberam teleorientação com médicos ou enfermeiros e cerca de 1.500 desses pacientes foram orientadas a procurar um serviço de saúde para consulta. O site pode ser acessado pelo endereço www.atendeemcasa.pe.gov.br

COMMENTS