Pernambuco tem o maior crescimento nacional no Índice de Atividades Turísticas do IBGE

Pesquisa Mensal de Serviços do IBGE registrou avanço de 11,8% em novembro. Brasil apresentou crescimento de 7,6%.

Secretário Rodrigo Novaes recebe a prefeita Célia Sales no gabinete
Rodrigo Novaes defende importância do Turismo para retomada da economia durante encontro com prefeitos eleitos
Rodrigo Novaes destaca ações em rodovias estaduais

Rodrigo Novaes, secretário de Turismo e Lazer

Divulgada nesta semana pelo IBGE, a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) confirmou a posição de crescimento gradual do Turismo de Pernambuco observada nos últimos meses. No comparativo de outubro para novembro de 2020, o Estado obteve o maior índice de crescimento entre todos os estados brasileiros, registrando 11,8% de incremento, enquanto o Brasil alcançou 7,6%.

“O Turismo pernambucano tem conseguido se reerguer de maneira equilibrada após as dificuldades impostas pela pandemia. Com cautela e dentro de um processo gradual, seguiremos em frente, respeitando as normas sanitárias e promovendo os destinos turísticos da melhor forma possível”, ressalta o secretário de Turismo e Lazer, Rodrigo Novaes.

No mesmo ranking, ainda aparecem Bahia, com crescimento de 11,8%, São Paulo 11%, e Goiás com 9,9%. Abaixo da média nacional, estão Rio de Janeiro, com 5,4%, Ceará (3,6%) e Espírito Santo (1,5%).

Pernambuco também ocupa a liderança no índice de receita nominal das atividades turísticas, com 11,1% de crescimento de outubro para novembro do ano passado.


Tendo o mês de novembro como base da pesquisa, o resultado ratifica os bons números de visitação no feriado de Finados, que impulsionou a operação de voos extras pelas companhias aéreas para o Aeroporto do Recife na época.

Já neste ano, a reabertura gradual do Turismo projeta aumento também na malha aérea do terminal da capital pernambucana em janeiro, com 14% a mais de voos, entre pousos e decolagens, do que a quantidade alcançada em dezembro.

COMMENTS