Prefeito de Paudalho, Marcelo Gouveia, assina termo de adesão ao Selo Unicef edição 2021-2024

Saiba mais informações clicando no link

Câmara de Vereadores de Paudalho aprova por unanimidade contas da gestão de 2017 de Marcelo Gouveia
No Recife, Ricardo Teobaldo recebe Marcelo Gouveia e Miguel Coelho
Minha Casa Minha Vida: Prefeitura assina segunda etapa de mais um residencial no município


O prefeito de Paudalho, Marcelo Gouveia, assinou na última sexta-feira (20) o termo de adesão do município ao Selo Unicef edição 2021-2024. O Selo é uma iniciativa do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), para estimular e reconhecer avanços reais e positivos na promoção, realização e garantia dos direitos das crianças e dos adolescentes.

Inicialmente Paudalho não poderia participar porque o Selo só abrange municípios do Semiárido e da Amazônia Legal Brasileira, mas o prefeito do município demonstrou interesse através de ofício para a participação e foi contemplado pela UNICEF. “Nós temos realizado políticas públicas voltadas para as crianças e adolescentes e com adesão ao Selo nós só iremos intensificar cada vez mais essas ações na Educação, Saúde, Assistência Social, Cultura, para os nossos pequenos paudalhenses. Mas, vale lembrar que com a adesão ao Selo todas as famílias serão beneficiadas porque as nossas crianças e adolescentes de hoje são os adultos de amanhã”, comentou o prefeito do município.

Melhoramento de políticas públicas em sete áreas

Os municípios que participam do Selo UNICEF se comprometem a melhorar as políticas públicas municipais nas áreas do desenvolvimento infantil na primeira infância; educação de qualidade para todos; desenvolvimento integral, saúde mental, e bem-estar de crianças e adolescentes na segunda década da vida; hábitos de higiene e acesso à água assegurados para crianças e adolescentes nas escolas; a oportunidades de educação, trabalho e formação profissional para adolescentes e jovens; prevenção e resposta às violências contra crianças e adolescentes e proteção para famílias vulneráveis recebendo atenção integral em serviços intersetoriais.

COMMENTS