Prefeito Luiz Aroldo sofre mais uma derrota na Justiça Eleitoral

Condenação em relação a cassação do diploma do prefeito de Águas Belas segue.

Água tão sonhada pelo povo de Águas Belas chega em agosto de 2021
Rodrigo Novaes se reúne com lideranças de Carnaubeira, Águas Belas e Solidão
Águas Belas – Ex-prefeito Genivaldo sofre mais uma derrota na Justiça

O dia de hoje (26/05) não foi nada bom para o prefeito de Águas Belas, Luiz Aroldo (PT). Não bastasse a prefeitura ter amanhecido com o Ministério Publico e a Polícia Militar cumprindo a operação ÁGUAS LIMPAS, que recolheu documentos e aparelhos de eletrônicos para ter informações sobre supostas irregularidades em licitações de obras, agora a tarde o juiz Andrian de Lucena Galindo decidiu os embargos de declaração opostos por LUIZ AROLDO REZENDE DE LIMA e ENIALE BEZERRA JONATAS TENÓRIO FERRO; por AURELIANO PINTO RIBEIRO NETO, CÍCERO ALMIR DA SILVA e DAVI SEBASTIÃO PINTO RIBEIRO; e por JOSÉ FREDERICO DA SILVA contra sentença conjunta prolatada nos autos da AIJE no 0600350-60.6.17.0064 e da RepEsp no 0600351-45.2020.6.17.0064.

No entendimento do magistrado não houve na sentença quaisquer dos vícios elencados no art. 1022 do Código de Processo Civil.

ENTENDA O CASO – No início do mês o juiz da 64º Zona Eleitoral, Dr. Rômulo Macedo Bastos, emitiu sentença determinando a cassação do diploma do prefeito de Águas Belas, Luiz Aroldo (PT), e da sua vice Eniale de Codinho. Sobre o prefeito também caiu uma condenação de inelegibilidade de oito anos por abuso de poder político e econômico nas eleições municipais de 2020.

Confira:

Sentença Águas Belas

COMMENTS