Prefeitura de Águas Belas é alvo de operação do Ministério Público e Polícia Militar

Mandados são para investigar suposta fraude na contratação de obras públicas de infraestrutura

Secretaria de Desenvolvimento Agrário e IPA entregam mais de 24 mil quilos de sementes em três municípios do agreste do estado
Águas Belas – Ex-prefeito Genivaldo sofre mais uma derrota na Justiça
Águas Belas – Ex-prefeito é condenado por improbidade administrativa

G1
O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e a Polícia Militar realizaram na manhã desta quarta-feira (26) a operação “Águas Limpas”, em Águas Belas, no Agreste de Pernambuco. A ação tem como objetivo investigar uma suposta fraude na contratação de obras públicas de infraestrutura no município.

Equipes do Grupo de Atuação Especializada de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) e do Batalhão Especializado de Policiamento do Interior (Bepi) cumpriram dez mandados de busca e apreensão contra oito pessoas físicas, uma empresa e a Prefeitura de Águas Belas.

Segundo o coordenador do Gaeco Agreste, George Pessoa, “a operação almeja colher documentos e equipamentos eletrônicos que possam contribuir com a investigação”.

Foram apreendidos aparelhos celulares dos alvos da operação e os documentos referentes aos contratos firmados pelo município com a empresa investigada.
Operação ‘Águas Limpas’ é realizada em Águas Belas — Foto: MPPE/Divulgação

COMMENTS