Prefeitura do Ipojuca realiza distribuição de kits de agricultura familiar para alunos da rede municipal

Saiba mais informações clicando no link

Claudiano Martins Filho avança na concessão de terra às famílias de assentamentos rurais
Projeto das Juntas quer proibir a pulverização aérea de agrotóxicos e pesticidas na agricultura no Estado de Pernambuco
Claudiano Filho vai a Brasília buscar recursos para obras hídricas e de infraestrutura para todo o estado de PE

Crédito da Foto: Aguinaldo Silva/Secom

Garantir alimentos e hábitos saudáveis na mesa dos estudantes aliada à valorização da cultura do campo de produção da agricultura familiar. Trabalhando este conceito que, de quarta-feira (28) até as duas próximas semanas, a Prefeitura do Ipojuca, por meio da Secretaria Municipal de Educação, iniciou a distribuição de kits de alimentação para os alunos da rede municipal de ensino. A separação, com a supervisão da Gerência de Alimentação Escolar e apoio do Conselho de Alimentação Escolar (CAE), acontece no Clube Municipal do Ipojuca, no Centro, com distribuição para as escolas conforme calendário definido pela secretaria.

O investimento na ação, com recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e contrapartida do município, é de mais de R$ 2,2 milhões. Nilza Pereira, moradora da Vila do Estaleiro e mãe de um aluno do 9º ano da Escola Joaquim do Rego Cavalcanti, foi uma das primeiras a receber o kit. “Vai ajudar bastante a reforçar a alimentação, pois como estou desempregada representa um complemento importante na mesa”, disse. A entrega do material para os mais de 22 mil estudantes será feita durante três meses (julho, agosto e setembro). Foram adquiridos produtos como batata; polpa de fruta; milho; melão; banana; goiaba, entre outros. Cada kit possui uma divisão de itens.

“Com o projeto, nós garantimos a compra dos alimentos dos agricultores da região, garantindo retorno de renda certa para esses trabalhadores do campo, e realizamos a distribuição para os alunos e a família como um todo de produtos mais saudáveis, enriquecendo a alimentação. Vale ressaltar que, mesmo com a pandemia, o Bolsa Escola não foi suspenso, então, esses alimentos representam um acréscimo na alimentação durante esses três meses para todos os estudantes”, destacou o secretário de Educação do Ipojuca, Francisco Amorim. Além dos kits, em algumas escolas, a Secretaria de Educação também aproveitou o momento para fazer a entrega dos cadernos de atividade para a volta às aulas neste segundo semestre, que recomeçam inicialmente ainda no modelo remoto.

COMMENTS