Prefeitura do Ipojuca recebe as seringas que serão usadas na vacina para imunização contra o COVID

Saiba mais informações clicando no link

Prefeita Célia Sales prestigia abertura da 24ª edição da Intermodal South América
Prefeitura do Ipojuca realiza ações da Operação Inverno 2021
Ipojuca realiza, neste sábado (20), mutirão de vacinação contra COVID-19 para idosos com mais de 75 anos

A Prefeitura do Ipojuca recebeu nesta quinta-feira (14) da Secretaria de saúde do estado, através do Programa Nacional de Imunização, 9.400 seringas que serão utilizadas na primeira fase da vacinação contra o COVID-19. A chegada das seringas faz parte do processo de logística da vacinação preestabelecido pelo município.

A Secretaria de Saúde do Ipojuca tem realizado reuniões semanais com o objetivo de estabelecer as principais estratégias do Plano Operacional da Vacinação no município. “A chegada das seringas correspondem à concretização deste processo. E apesar de ainda não termos uma data definida para que a vacina contra o COVID-19 chegue a Ipojuca, já estamos prontos para recebê-la”, disse a secretária de Saúde do Ipojuca, Manúcia Medeiros.

Coordenadora do Programa Municipal de Imunização, Kate Gomes, e a secretária de Saude do Ipojuca, Manúcia Medeiros

De acordo com a coordenadora do Programa Municipal de Imunização (PMI), Kate Gomes, a secretaria de saúde do ipojuca está à disposição para tirar dúvidas relativas a vacina através do email [email protected] “Estou bem otimista crendo que a população ipojucana está consciente e receberá bem as vacinas quando elas chegarem porque ela será a nossa esperança para voltarmos com segurança as atividades normais”, afirmou Kate Gomes.

*Sobre a vacina*
O Plano Nacional de Imunização está dividido em quatro fases de prioritárias:
– A primeira fase contemplará: trabalhadores de saúde; idosos a partir de 75 anos; idosos com 60 anos ou mais apenas os que viverem em instituições de longa permanência; população indígena e a população quilombola.
– Segunda fase: população idosa com 60 a 74 anos
– Terceira fase: pessoas com comorbidades (hipertensão, diabetes, câncer…)
– Quarta fase: trabalhadores da educação, detentos, funcionários do sistema prisional; força de segurança e salvamento; pessoas com deficiência.

COMMENTS