Professor Lupércio abre Semana de Preservação que celebra os 40 anos de Patrimônio Histórico Mundial de Olinda

Saiba mais informações clicando no link

Professor Lupércio Olinda
O prefeito Professor Lupércio participou, na manhã desta segunda-feira (12), da cerimônia de abertura da Semana de Preservação, em comemoração aos 40 anos do título de Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade. O evento abriu a programação que segue até sexta-feira (16), e aconteceu no auditório do Palácio dos Governadores com a presença das Secretarias de Patrimônio, Cultura e Turismo de Olinda, de Educação, representantes da Condepe/Fidem, Iphan de Olinda, Fundarpe, Instituto Histórico de Olinda e Procuradoria de Olinda.

Em 1980, o Congresso Nacional concedeu à cidade o registro de Monumento Nacional. Dois anos depois, em 1982, a Unesco conferiu o título de Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade, tornando-se a segunda cidade brasileira a receber tal honraria.

“Estamos comemorando uma data tão importante para a nossa cidade tão charmosa. Cidade essa que é conhecida mundialmente por ter também um povo hospitaleiro, além de ser uma das cidades mais visitadas do Estado de Pernambuco”, declara Lupércio.

“Nós estamos lançando na Semana de Preservação, o livro Patrimônios Mundiais do Brasil. Olinda é a segunda cidade patrimônio mundial tombada pela Unesco, no dia 14 de dezembro de 1982. A primeira foi Ouro Preto/MG, em 1980. Por isso afirmo como é prazeroso defender um patrimônio que não é meu, não é de ninguém e sim da humanidade, de Pernambuco, do Brasil”, destaca Odin Neves, secretário executivo de Patrimônio de Olinda.

O circuito especial vai contar com workshops gratuitos, promovidos por historiadores e pesquisadores, para discutir os avanços já conquistados e os desafios para manutenção do conjunto arquitetônico presente em Olinda.

“Nós precisamos nos unir como país, como nação e o Patrimônio Mundial é primordial para favorecer isso. Olinda é uma das vitrines que nós temos nesse País, e está numa lista de bens no mundo que merecem o reconhecimento que conta uma realidade que ajuda a compreender o processo civilizatório da humanidade. Esse é o sentido do patrimônio mundial. É ajudar a contar algo para que, no futuro, os que vierem possam saber de onde vêm, o que aconteceu antes, porque somos assim”, declara Marcelo Brito, professor e palestrante da Semana de Preservação.

Durante toda a semana de festividades, o público irá se encantar, ainda, com apresentações teatrais; espetáculos de performance e dança; e exibições de vídeos ao ar livre, abraçando toda a comunidade. A Catedral Metropolitana, no Alto da Sé, também será palco de intervenções. A programação segue até a sexta-feira (16), incluindo também uma feira típica, atraindo os olhares de moradores e visitantes.

COMMENTS