Projeto da Prefeitura do Recife contabiliza, no primeiro dia, doação de 110 quilos de alimentos para instituição de caridade

Lar Paulo de Tarso, no Ipsep, foi beneficiado pela distribuição de frutas, verduras e legumes dentro do programa "Alimentando Vidas", da CSURB

Gabriel Leitão vai comandar a CSURB
Doduel Varela se reúne com presidente da Companhia de Serviços Urbanos do Recife (CSURB)
Gabriel Leitão viaja à Brasília para tratar dos mercados públicos do Recife com Deputado Federal e Ministro

Lar Paulo de Tarso, no Ipsep, foi beneficiado pela distribuição de frutas, verduras e legumes dentro do programa “Alimentando Vidas”, da CSURB

Feirantes do Cais de Santa Rita doaram, nesta quinta-feira (16), mais de 110 quilos de legumes, verduras, vegetais e frutas no primeiro dia do projeto “Alimentando Vidas”, da Prefeitura do Recife, através da Autarquia de Serviços Urbanos do Recife (CSURB). O programa visa ajudar instituições que atendem pessoas em situação de vulnerabilidade social, e a primeira beneficiada foi o Lar Paulo de Tarso, localizado no bairro do Ipsep. A ação acontecerá toda quinta-feira.

A doação foi feita a partir dos alimentos não comercializados, mas que apresentam condições ideais de consumo. Um dos feirantes do Cais de Santa Rita, Antônio Marcos, explicou o sentimento por contribuir para uma instituição que ajuda, principalmente, crianças. “Sempre vivi na rua, assim como o meu pai, que passou fome e dormia na rua, por isso eu conheço a necessidade das crianças e dos pais de família que vivem nessa situação. É sempre bom ajudar e eu faço isso com muito orgulho. Doei jerimum, batata doce, chuchu, pimentão e, se Deus quiser, eu vou doar mais ainda”, relatou.

Itamires Victor, pedagoga do Lar Paulo de Tarso, explica a importância da parceria com a CSURB. “Como a gente trabalha com crianças, esse projeto vai beneficiar o desenvolvimento integral delas, para ajudá-las a ter uma alimentação mais saudável, com frutas, verduras e legumes, além de ajudar na nossa renda”, esclareceu.

Outra ONG que será beneficiada pelo projeto é o Instituto AGIR, localizado no Barro. “O projeto tem início no Cais de Santa Rita como um piloto e nossas equipes técnicas vão observar o andamento, o que pode ser aperfeiçoado e certamente vamos estendê-lo a outros equipamentos administrados pela CSURB”, explica o diretor-presidente da autarquia, Gabriel Leitão.

COMMENTS