Projeto de lei do vereador Hélio Guabiraba vira lei hoje: Recife vai distribuir absorventes nas escolas municipais

O prefeito João Campos sanciona a lei, a partir das 11h, na sede da Prefeitura do Recife

Eriberto Rafael pede passe livre para mães do Bolsa Família
Vereadora Michele Collins homenageia desembargador Jones Figueiredo
Vereador Zé Neto emplaca Frente de Inovação e Economia Criativa


Hoje é um dia histórico para todos os que combatem a pobreza menstrual no Recife: o projeto de lei nº 311/2019, de autoria do vice-presidente da Câmara Municipal do Recife, o vereador Hélio Guabiraba (PSB), vai se tornar lei nesta quinta-feira (8). O projeto prevê a distribuição gratuita de absorventes nas escolas municipais do Recife. Uma luta iniciada por Hélio Guabiraba há dois anos.

O prefeito João Campos sanciona a lei, a partir das 11h, na sede da Prefeitura do Recife com a presença do vereador Hélio Guabiraba, gestores, professores, estudantes e demais profissionais da educação.

A distribuição de absorventes nas escolas municipais será um dos focos do novo programa da Prefeitura do Recife que será lançado nesta manhã. Esse programa, que será vinculado à Secretaria de Educação do Recife, irá contemplar uma rede de apoio nas escolas para as estudantes.

O vereador Hélio Guabiraba comemora essa conquista inédita. “No começo da nossa luta em combate à pobreza menstrual, há dois anos, nosso projeto de lei causou muita polêmica porque pouco se discutia a pobreza menstrual no Recife. Há dois anos comecei a debater o direito das mulheres à higiene menstrual, que é uma questão de saúde pública. Foi um marcador importante porque eu trouxe à tona o fato de que algumas pessoas não têm condições de vivenciar a menstruação com saúde. Nosso mandato estava diante de um desafio: mostrar a realidade silenciosa que muitas alunas passavam pela falta de condições de comprar um item básico de higiene”, contou.

Hélio Guabiraba ressaltou que vai continuar atento às diversas situações e necessidades que os jovens e moradores em geral das comunidades mais carentes do Recife enfrentam. “Esse foi o compromisso que eu firmei: dar vez e voz à comunidade. Muitos não acreditaram que conseguiríamos essa vitória, mas eu sempre tive certeza que era questão de tempo. João Campos é sensível às causas sociais e desde o primeiro momento se mostrou interessado com o tema e se juntou a nós nessa luta”, complementou.

Todo o lançamento do programa poderá ser acompanhado nos canais oficiais da Prefeitura do Recife e da Secretaria de Educação no YouTube.

*Dignidade menstrual* – O projeto de lei nº 311/2019, que visa a distribuição gratuita de absorventes higiênicos para jovens da rede pública municipal de ensino do Recife, é pioneiro não só no Recife, como também em Pernambuco. A proposta é que essa distribuição seja realizada por meio de equipamentos de reposição instalados nos banheiros femininos.

De acordo com a matéria, o Poder Executivo deve promover a distribuição dos absorventes higiênicos em quantidade adequada às necessidades das estudantes.

A pobreza menstrual traz consequências negativas em diversos setores. Pode impactar a saúde quando pessoas que menstruam recorrem a materiais anti-higiênicos.

Também pode provocar constrangimento e estresse, além de causar evasão escolar quando as meninas deixam de ir à escola por estarem menstruadas.

COMMENTS